MODELAGEM MATEMÁTICA PARA APLICAÇÃO DE SISTEMAS DE WETLANDS NO TRATAMENTO DE AQÜÍFEROS LIVRES E RASOS CONTAMINADOS

Jeane G. Santos, Ricardo Hirata, Luiz C. K. M. Ferrari

Resumo


Wetlands são habitats cujo nível de água encontra-se imediatamente abaixo, acima ou ao nível do solo. Exemplos de wetlands naturais são pântanos e brejos. Há também as artificiais, geralmente construídas com propósitos ambientais. Quatro possíveis cenários de aplicação de wetlands na atenuação de plumas contaminantes em aqüíferos rasos, sem auxílio de bombeamento, foram criados utilizando-se o software Visual Modflow. Três cenários semelhantes, representando sistemas de fluxo superficial, com variação na geometria da janela de entrada de água, na profundidade de captura da pluma de contaminação e na recarga, foram comparados entre si. Os resultados mostraram que o volume de água que atravessa a wetland varia inversamente com o tempo de residência da água no canal e ambos são controlados pela condutividade hidráulica do aqüífero. Em simulações com recarga de 250 mm/ano, os tempos foram menores que aqueles obtidos nas simulações sem recarga. A dimensão horizontal da pluma capturada aumentou com a construção de barreiras na forma de funil, usadas para alargar a abertura permeável da wetland. Já a inserção de barreiras verticais, de até 4 m abaixo da abertura permeável, para aumentar a profundidade de captura, não se mostrou efetiva. Um quarto modelo, representando uma wetland de fluxo superficial seguido de um sistema de fluxo subsuperficial, necessitou de uma área de 2000 m2 para tratar apenas 16 m3/dia. Os resultados apontaram a viabilidade do uso do Visual Modflow para auxiliar na criação de wetlands. Porém, a utilização desses sistemas para capturar água subterrânea sem o auxílio de bombeamento foi pouco efetiva.

Palavras-chave


Wetlands, Modelagem Matemática, Aqüíferos Rasos

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14295/ras.v20i1.9721

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


 
A RAS teve que passar por uma
reestruturação do seu banco de dados,
caso seu LOGIN e SENHA NÃO MAIS FUNCIONEM,
por favor, CADASTRE-SE NOVAMENTE.
Desculpe pelo transtorno.
_____________________________________________________________________

ÁGUAS SUBTERRÂNEAS, São Paulo, Brasil
e-ISSN 2179-9784 (eletrônico)

É de LIVRE acesso a todos os interessados, gratuitamente.

 

A revista Águas Subterrâneas é uma publicação da Associação Brasileira de Águas Subterrâneas - ABAS - para divulgação de artigos científicos (originais e inéditos) sobre Hidrogeologia e outros temas pertinentes.

Os artigos aceitos e finalizados são publicados de forma contínua  organizados sob a numeração de um Volume anual subdividido em vários Números com até 10 artigos cada um.
 
A Revista Águas Subterrâneas é um periódico com classificação QUALIS Nacional e Internacional.
 
A Revista Águas Subterrâneas não cobra dos autores quaisquer taxas para submissão ou publicação.

DISCLAIMER: Os Suplementos de Anais (congressos e encontros técnicos) aqui presentes são publicados na Revista Águas Subterrâneas exclusivamente por um ato de gentileza dos editores. De forma semelhante, os Estudos de Caso e Notas Técnicas são publicados com a intenção de prover um espaço para divulgação de dados e estudos de interesse local, sem obrigação de ter uma contribuiçao científica. Seus artigos NÃO PODEM e NÃO DEVEM ser considerados como publicações deste periódico. NÃO foram submetidos a revisão pelos avaliadores da revista. NÃO são contemplados na avaliação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). O objetivo é tão somente o de ampliar a divulgação destes anais, estudos de caso e notas técnicas. Além disso, nestes documentos não é necessária e não será apresentada a numeração sequencial de páginas, como é feito para os artigos científicos. Os anais de eventos devem ser citados como tal, sem referência a este periódico. A Revista Águas Subterrâneas não se responsabiliza pelo conteúdo publicado nessas seções. 

Todos aqueles que se cadastram na Revista Águas Subterrâneas tornam-se filiados da ABAS gratuitamente, podendo usufruir de descontos em eventos e material técnico. Por extensão, tornam-se também associados do Capítulo Brasileiro da Associação Internacional de Hidrogeólogos*, podendo também usufruir de descontos em eventos internacionais da IAH e outras ofertas. O acesso à revista é livre e independente do cadastramento

*Clique aqui para saber maiores detalhes e limitações dos filiados.

Métricas

       

A Revista Águas Subterrâneas é filiada às seguintes Bases de Dados/Portais: 




 
Licença Creative Commons

Revista Águas Subterrâneas está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.