Concentração de ferro e manganês em águas de abastecimento no município de Crato, Ceará: caracterização e proposta de tratamento

Ana Beatriz Batista de Almeida, Mira Raya Paula de Lima, Yannice Tatiane da Costa Santos, Yanka Wandréia Nogueira Moreira, Priscilla Barbosa de Araújo Silva

Resumo


O objetivo desta pesquisa consiste na proposição de uma alternativa de tecnologia para a remoção de ferro e manganês em fontes de abastecimento público no município de Crato, Ceará, a partir da avaliação de parâmetros de qualidade de água atuais. A remoção desses compostos torna-se necessária haja vista os problemas associados a eles quando presentes em valores acima dos limites permissíveis. A concentração elevada provoca alterações físicas e químicas na água, como mudança de coloração e odor característico, levando a rejeição ao consumo da água. Diante disto, realizou-se análises físico-químicas em 35 pontos de abastecimento, escolhidos conforme critério de localização e existência de dados anteriores sobre sua qualidade organoléptica, a fim de identificar a concentração destes metais e propor um método compatível para sua remoção e controle eficiente. Para tanto, aplicou-se o teste de Wilcoxon, para avaliar o grau de dispersão dos dados em torno da média de concentração e em seguida ordenou os dados em faixas de concentração. A partir da análise dos resultados, foi recomendado oxidação por hipoclorito de cálcio seguida de filtração em leito de carvão ativado, por ser um dos processos mais eficientes de remoção dos compostos de ferro e manganês solúveis.


Palavras-chave


Metais. Propriedades Organolépticas. Potabilidade.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14295/ras.v33i2.29520

_____________________________________________________________________

A revista Águas Subterrâneas é uma publicação da Associação Brasileira de Águas Subterrâneas - ABAS - para divulgação de artigos científicos (originais e inéditos) sobre Hidrogeologia e outros temas pertinentes. Os artigos aceitos e finalizados são publicados em forma contínua e organizados sob a numeração de um Volume anual subdividido em vários Números com até 10 artigos cada um. 

A Revista Águas Subterrâneas é um periódico com classificação QUALIS Nacional e Internacional.

A Revista Águas Subterrâneas não cobra dos autores quaisquer taxas para submissão ou publicação. 


DISCLAIMER: Os Suplementos de Anais (congressos e encontros técnicos) aqui presentes são publicados na Revista Águas Subterrâneas exclusivamente por um ato de gentileza dos editores. De forma semelhante, os Estudos de Caso e Notas Técnicas são publicados com a intenção de prover um espaço para divulgação de dados e estudos de interesse local, sem obrigação de ter uma contribuiçao científica. Seus artigos NÃO PODEM e NÃO DEVEM ser considerados como publicações deste periódico. NÃO foram submetidos a revisão pelos avaliadores da revista. NÃO são contemplados na avaliação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). O objetivo é tão somente o de ampliar a divulgação destes anais, estudos de caso e notas técnicas. Além disso, nestes documentos não é necessária e não será apresentada a numeração sequencial de páginas, como é feito para os artigos científicos. Os anais de eventos devem ser citados como tal, sem referência a este periódico. A Revista Águas Subterrâneas não se responsabiliza pelo conteúdo publicado nessas seções. 

  

É de LIVRE acesso a todos os interessados, gratuitamente.
 

ÁGUAS SUBTERRÂNEAS, São Paulo, Brasil
eISSN 2179-9784 (eletrônico)
ISSN 0101-7004 (impresso)

Filiada:
 

Licença Creative Commons
Revista Águas Subterrâneas está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.


Todos aqueles que se cadastram na Revista Águas Subterrâneas tornam-se filiados da ABAS gratuitamente, podendo usufruir de descontos em eventos e material técnico. Por extensão, tornam-se também associados do Capítulo Brasileiro da Associação Internacional de Hidrogeólogos*, podendo também usufruir de descontos em eventos internacionais da IAH e outras ofertas. O acesso à revista é livre e independente do cadastramento

*Clique aqui para saber maiores detalhes e limitações dos filiados.