HIDROGEOQUÍMICA DE AQUÍFERO FRATURADO NO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO, SUDESTE DO BRASIL

Publicado
2019-01-23

    Autores

  • MATHEUS SERRI MOULIN DE OLIVEIRA Associação Brasileira de Águas Subterrâneas
  • MIRNA APARECIDA NEVES
  • SALOMÃO SILVA CALEGARI
  • REGINALDO ANTONIO BERTOLO
  • RICARDO HIRATA

Resumo

No sul do estado do Espírito Santo, região da Bacia Hidrográfica do Rio Itapemirim (BHRI), estudos hidrogeológicos e hidrogeoquímicos foram conduzidos para verificação das condicionantes responsáveis pelas variações da qualidade da água subterrânea explotada do aquífero fraturado. Para isso, foi feita uma caracterização hidrogeoquímica das águas coletadas em poços tubulares profundos locados nos diferentes compartimentos da BHRI. Os resultados desse estudo mostraram que a água subterrânea do aquífero fraturado é menos mineralizada na porção da Alta BHRI, passando para um padrão mais enriquecido nas porções da Média (calha do Rio Itapemirim) e Baixa BHRI (região litorânea). Além disso, observou-se também que, possivelmente, os elementos presentes na água são governados pelo intemperismo das rochas e possivelmente enriquecidos em decorrência do zoneamento climático da região.

Como Citar
MOULIN DE OLIVEIRA, M. S., NEVES, M. A., CALEGARI, S. S., BERTOLO, R. A., & HIRATA, R. (2019). HIDROGEOQUÍMICA DE AQUÍFERO FRATURADO NO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO, SUDESTE DO BRASIL. Águas Subterrâneas. Recuperado de https://aguassubterraneas.abas.org/asubterraneas/article/view/29390