AQUÍFERO BARREIRAS: ALTO POTENCIAL HÍDRICO SUBTERRÂNEO NA PORÇÃO DO BAIXO RIO DOCE NO ESTADO ESPÍRITO SANTO.

JOSÉ AUGUSTO COSTA GONÇALVES, ELIANE MARIA VIEIRA

Resumo


As águas subterrâneas têm importante papel no abastecimento público e na irrigação das lavouras no norte do Espírito Santo. A área estudada, com 3.568,4 Km2, está assentada na bacia sedimentar do Espírito Santo, entre as cidades de Linhares, São Mateus, Jaguaré e Nova Venécia. Para realizar este trabalho, em toda região foram cadastrados 107 poços tubulares, dando uma ótima densidade de 33,4 poços por Km2, cuja disposição contempla todo terreno estudado e que explotam concomitantemente expressivas vazões dos mananciais subterrâneos. O Grupo Barreiras é constituído por sedimentos detríticos terciários inconsolidados de origem continental, dispostos em estreita faixa ao longo da costa, desde o estado do Rio de Janeiro até o Pará. No Espírito Santo, este grupo está presente em toda porção do leste e nordeste, com largura aproximada de 30 km. O Aquífero Barreiras é poroso, livre, em determinados locais pode ser semiconfinado, com grande distribuição espacial. Apresenta geralmente boa porosidade e permeabilidade. É composto por sedimentos aluvionares e fluviais em complexa associação de estratos permeáveis/impermeáveis. A grande heterogeneidade existente é proveniente da descontinuidade dos aquíferos (geometria lenticular) associados com barreiras de permeabilidade que são ocasionadas por fácies mais argilosas. Os valores médios para os parâmetros hidráulicos encontrados foram: profundidade dos poços de 100,81 m, nível estático de 14,18 m, nível dinâmico de 51,48 m, rebaixamento de 37,30 m, vazão de 43,52 m3/h, capacidade específica de 2,3681 m3/h.m e transmissividade de 175,54 m2/dia, gradiente hidráulico de 0,25%. A vazão do escoamento natural subterrâneo foi calculado em 296.106 m3/ano. Taxa de Infiltração Anual - Ti = 0,82%, Volume anual infiltrado – VAI= 321.106 m3/ano, Volume da Reserva Reguladora - VRR = 321.106 m3, Volume da Reserva Permanente - VRP = 1,27. 1010 m3, Potencialidade do Aquífero - PO = 346. 106 m3/ano.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


 
_____________________________________________________________________

ÁGUAS SUBTERRÂNEAS, São Paulo, Brasil
e-ISSN 2179-9784 (eletrônico)

É de LIVRE acesso a todos os interessados, gratuitamente.

 

A revista Águas Subterrâneas é uma publicação da Associação Brasileira de Águas Subterrâneas - ABAS - para divulgação de artigos científicos (originais e inéditos) sobre Hidrogeologia e outros temas pertinentes.

Os artigos aceitos e finalizados são publicados de forma contínua  organizados sob a numeração de um Volume anual subdividido em vários Números com até 10 artigos cada um.
 
A Revista Águas Subterrâneas é um periódico com classificação QUALIS Nacional e Internacional.
 
A Revista Águas Subterrâneas não cobra dos autores quaisquer taxas para submissão ou publicação.

DISCLAIMER: Os Suplementos de Anais (congressos e encontros técnicos) aqui presentes são publicados na Revista Águas Subterrâneas exclusivamente por um ato de gentileza dos editores. De forma semelhante, os Estudos de Caso e Notas Técnicas são publicados com a intenção de prover um espaço para divulgação de dados e estudos de interesse local, sem obrigação de ter uma contribuiçao científica. Seus artigos NÃO PODEM e NÃO DEVEM ser considerados como publicações deste periódico. NÃO foram submetidos a revisão pelos avaliadores da revista. NÃO são contemplados na avaliação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). O objetivo é tão somente o de ampliar a divulgação destes anais, estudos de caso e notas técnicas. Além disso, nestes documentos não é necessária e não será apresentada a numeração sequencial de páginas, como é feito para os artigos científicos. Os anais de eventos devem ser citados como tal, sem referência a este periódico. A Revista Águas Subterrâneas não se responsabiliza pelo conteúdo publicado nessas seções. 

Todos aqueles que se cadastram na Revista Águas Subterrâneas tornam-se filiados da ABAS gratuitamente, podendo usufruir de descontos em eventos e material técnico. Por extensão, tornam-se também associados do Capítulo Brasileiro da Associação Internacional de Hidrogeólogos*, podendo também usufruir de descontos em eventos internacionais da IAH e outras ofertas. O acesso à revista é livre e independente do cadastramento

*Clique aqui para saber maiores detalhes e limitações dos filiados.

Métricas

       

A Revista Águas Subterrâneas é filiada às seguintes Bases de Dados/Portais: 




 
Licença Creative Commons

Revista Águas Subterrâneas está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.