AS ÁGUAS SUBTERRÂNEAS NAS UNIDADES DE CONSERVAÇÃO DA REGIÃO CÁRSTICA DE LAGOA SANTA, MG

CAROLINA GOMES RIBEIRO, LEILA NUNES MENEGASSE VELÁSQUEZ, RODRIGO SÉRGIO DE PAULA, ISABELLA BRITO ANDRADE

Resumo


A Área de Proteção Ambiental (APA) Carste de Lagoa Santa é uma Unidade de Conservação (UC) federal de cerca de 400km2 localizada a norte de Belo Horizonte, MG, criada para proteger e preservar as cavernas e demais formações cársticas, sítios arqueo-paleontológicos, a cobertura vegetal e a fauna silvestre, além de conservar o conjunto paisagístico e a cultura regional. Seu relevo e sua hidrodinâmica superficial e subterrânea resultam da carstificação dos carbonatos da Formação Sete Lagoas, Grupo Bambuí. O objetivo dessa investigação é de analisar os tipos morfo-dinâmicos hídricos e avaliar a importância das águas subterrâneas no contexto dessa UC. Para tanto, realizou-se um levantamento de poços tubulares, nascentes, sumidouros e das UC’s em estudos anteriores e cadastros disponíveis, e trabalhos de campo para checar e reconhecer novos pontos d’água, assim como a medir vazão de nascentes e poços. A APA é limitada a nordeste, pelo nível de base regional, o Rio das Velhas, com 5 grandes córregos. Há aproximadamente 45 nascentes e 30 sumidouros. A média das vazões medidas ou inferidas de 22 nascentes foi 248,8m3/h. Os principais aquíferos são os cárstico-fissurais, com circulação em condutos e fraturas alargadas. Visitaram-se 164 poços, dos quais 67 estão em operação: 22,4% tiveram média de vazão 29,2m3/h; 49,2% são utilizados para abastecimento público e 28,4% para agropecuária; 44,8% estão em aquífero cárstico-fissural. Existem 10 UC’s estaduais na APA: 1 Área de Proteção Estadual, 2 Parques Estaduais, 5 Monumentos Naturais Estaduais e 2 Reservas Particulares do Patrimônio Natural. A mais conhecida é o Parque Estadual do Sumidouro. Algumas nascentes de elevadas vazões poderiam ser recursos estratégicos. A água dos poços teria seu uso primordialmente voltado para a população ou para a agropecuária, porém alguns dados relevantes podem ter sido mascarados. A elevada porcentagem de poços com água do aquífero cárstico-fissural também comprova sua importância dentro da APA.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


 
_____________________________________________________________________

ÁGUAS SUBTERRÂNEAS, São Paulo, Brasil
e-ISSN 2179-9784 (eletrônico)

É de LIVRE acesso a todos os interessados, gratuitamente.

 

A revista Águas Subterrâneas é uma publicação da Associação Brasileira de Águas Subterrâneas - ABAS - para divulgação de artigos científicos (originais e inéditos) sobre Hidrogeologia e outros temas pertinentes.

Os artigos aceitos e finalizados são publicados de forma contínua  organizados sob a numeração de um Volume anual subdividido em vários Números com até 10 artigos cada um.
 
A Revista Águas Subterrâneas é um periódico com classificação QUALIS Nacional e Internacional.
 
A Revista Águas Subterrâneas não cobra dos autores quaisquer taxas para submissão ou publicação.

DISCLAIMER: Os Suplementos de Anais (congressos e encontros técnicos) aqui presentes são publicados na Revista Águas Subterrâneas exclusivamente por um ato de gentileza dos editores. De forma semelhante, os Estudos de Caso e Notas Técnicas são publicados com a intenção de prover um espaço para divulgação de dados e estudos de interesse local, sem obrigação de ter uma contribuiçao científica. Seus artigos NÃO PODEM e NÃO DEVEM ser considerados como publicações deste periódico. NÃO foram submetidos a revisão pelos avaliadores da revista. NÃO são contemplados na avaliação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). O objetivo é tão somente o de ampliar a divulgação destes anais, estudos de caso e notas técnicas. Além disso, nestes documentos não é necessária e não será apresentada a numeração sequencial de páginas, como é feito para os artigos científicos. Os anais de eventos devem ser citados como tal, sem referência a este periódico. A Revista Águas Subterrâneas não se responsabiliza pelo conteúdo publicado nessas seções. 

Todos aqueles que se cadastram na Revista Águas Subterrâneas tornam-se filiados da ABAS gratuitamente, podendo usufruir de descontos em eventos e material técnico. Por extensão, tornam-se também associados do Capítulo Brasileiro da Associação Internacional de Hidrogeólogos*, podendo também usufruir de descontos em eventos internacionais da IAH e outras ofertas. O acesso à revista é livre e independente do cadastramento

*Clique aqui para saber maiores detalhes e limitações dos filiados.

Métricas

       

A Revista Águas Subterrâneas é filiada às seguintes Bases de Dados/Portais: 




 
Licença Creative Commons

Revista Águas Subterrâneas está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.