Avaliação da qualidade microbiológica da água do córrego Barreirinho no município de Ibirité-MG. Uma comparação com o Kit Enzquik

Debora de Oliveira Fernandes, Fernanda Gracia César, Alessandra Suriani Martins, Kelvin Jaques dos Santos, Elias Agostinho Vicente, Júlio Roger Evangelista dos Santos, Diego Alves Simão, Marisa Cristina da Fonseca Casteluber

Resumo


O córrego Barreirinho, objeto desse estudo, situado no município Ibirité-MG, vem sendo utilizado pela população do entorno principalmente para irrigação de hortaliças, mas a qualidade microbiológica do mesmo ainda não foi avaliada. O objetivo deste estudo foi avaliar os parâmetros físico-químicos e microbiológicos da água deste córrego e compará-los com os padrões da Resolução N°357 do CONAMA. A metodologia utilizada foi a técnica de tubos múltiplos e análise com o Kit de Detecção Rápida EnZquik. Os resultados das análises deste estudo demonstraram que os pontos próximos à nascente e no meio do curso d’água, com irrigação das hortas, mostram resultados semelhantes; as águas nesses pontos podem ser utilizadas para irrigação de hortaliças e consumo humano após tratamento simplificado. Os testes apontaram que no final do curso, na área urbana, a água é imprópria para qualquer uso.  A semelhança entre os resultados obtidos com as duas técnicas permite sugerir que o Kit Enzquik, pode futuramente substituir técnicas utilizadas em laboratório, diminuindo o tempo de incubação e análise com outras metodologias, gerando um resultado quase instantâneo.


Palavras-chave


Água. Análise microbiológica. Ibirité. Detecção Rápida EnZquik.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14295/ras.v32i2.29121

_____________________________________________________________________

A revista Águas Subterrâneas é uma publicação da Associação Brasileira de Águas Subterrâneas - ABAS - para divulgação de artigos científicos (originais e inéditos) sobre Hidrogeologia e outros temas pertinentes. Os artigos aceitos e finalizados são publicados em forma contínua e organizados sob a numeração de um Volume anual subdividido em vários Números com até 10 artigos cada um. 

A Revista Águas Subterrâneas é um periódico com classificação QUALIS Nacional e Internacional.

A Revista Águas Subterrâneas não cobra dos autores quaisquer taxas para submissão ou publicação. 


DISCLAIMER: Os Suplementos de Anais (congressos e encontros técnicos) aqui presentes são publicados na Revista Águas Subterrâneas exclusivamente por um ato de gentileza dos editores. De forma semelhante, os Estudos de Caso e Notas Técnicas são publicados com a intenção de prover um espaço para divulgação de dados e estudos de interesse local, sem obrigação de ter uma contribuiçao científica. Seus artigos NÃO PODEM e NÃO DEVEM ser considerados como publicações deste periódico. NÃO foram submetidos a revisão pelos avaliadores da revista. NÃO são contemplados na avaliação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). O objetivo é tão somente o de ampliar a divulgação destes anais. Além disso, por serem anais de eventos, não é necessária e não será apresentada a numeração de páginas. Devem ser citados como anais de eventos ou como estudo de caso ou nota técnica somente, sem referência a este periódico. A Revista Águas Subterrâneas não se responsabiliza pelo conteúdo publicado nessas seções. 

  

É de LIVRE acesso a todos os interessados, gratuitamente.
 

ÁGUAS SUBTERRÂNEAS, São Paulo, Brasil
eISSN 2179-9784 (eletrônico)
ISSN 0101-7004 (impresso)

Filiada:
 

Licença Creative Commons
Revista Águas Subterrâneas está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.


Todos aqueles que se cadastram na Revista Águas Subterrâneas tornam-se filiados da ABAS gratuitamente, podendo usufruir de descontos em eventos e material técnico. Por extensão, tornam-se também associados do Capítulo Brasileiro da Associação Internacional de Hidrogeólogos*, podendo também usufruir de descontos em eventos internacionais da IAH e outras ofertas. O acesso à revista é livre e independente do cadastramento

*Clique aqui para saber maiores detalhes e limitações dos filiados.