Variações na composição das águas subterrâneas do Sistema Aquífero Serra Geral em território brasileiro e sua relação com anomalias hidrogeoquímicas

Carolina Stager Quaggio, Didier Gastmans, Roberto Kirchheim, Ludmila Vianna Batista

Resumo


O Sistema Aquífero Serra Geral (SASG), que se estende pelos territórios brasileiro, argentino, paraguaio e uruguaio, representa um importante reservatório de águas subterrâneas, utilizado para o abastecimento público e o desenvolvimento de atividades agroindustriais nesta região. No entanto, apesar de sua qualidade, várias anomalias hidrogeoquímicas vêm sendo reportadas. Este trabalho analisou laudos hidrogeoquímicos de águas subterrâneas do SASG no território brasileiro com ênfase especial a alguns parâmetros constantes da Resolução CONAMA 396/2008 e da Portaria de Consolidação nº5/2017 do Ministério da Saúde (pH, sólidos totais dissolvidos, cloreto, nitrato, sulfato, fluoreto e sódio), buscando identificar variações na composição dessas águas e suas relações com anomalias hidrogeoquímicas e aspectos hidrogeológicos regionais. No total foram analisados 3007 laudos hidrogeoquímicos de poços tubulares que captam águas do SASG. Deste total, 96,3% indicam condições adequadas ao consumo, em relação aos parâmetros analisados. Os elementos, em ordem de importância, que apontam para restrição ao consumo foram: Flúor, Cloreto, Sódio, Sulfato, Sólidos Totais Dissolvidos, Nitrato e pH. A partir da distribuição espacial dos parâmetros, identificaram-se zonas anômalas, situadas na divisa entre SC e RS, sudeste de RS e centro de SP. A ocorrência de tais zonas está associada à interação água/rocha nesses locais, ao uso e ocupação do solo e à ascensão de águas do aquífero sotoposto ao SASG, o Sistema Aquífero Guarani (SAG).


Palavras-chave


Sistema Aquífero Serra Geral. Padrões de potabilidade. Águas subterrâneas. Anomalias hidrogeoquímicas.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14295/ras.v32i3.29085

_____________________________________________________________________

A revista Águas Subterrâneas é uma publicação da Associação Brasileira de Águas Subterrâneas - ABAS - para divulgação de artigos científicos (originais e inéditos) sobre Hidrogeologia e outros temas pertinentes. Os artigos aceitos e finalizados são publicados em forma contínua e organizados sob a numeração de um Volume anual subdividido em vários Números com até 10 artigos cada um. 

A Revista Águas Subterrâneas é um periódico com classificação QUALIS Nacional e Internacional.

A Revista Águas Subterrâneas não cobra dos autores quaisquer taxas para submissão ou publicação. 


DISCLAIMER: Os Suplementos de Anais (congressos e encontros técnicos) aqui presentes são publicados na Revista Águas Subterrâneas exclusivamente por um ato de gentileza dos editores. De forma semelhante, os Estudos de Caso e Notas Técnicas são publicados com a intenção de prover um espaço para divulgação de dados e estudos de interesse local, sem obrigação de ter uma contribuiçao científica. Seus artigos NÃO PODEM e NÃO DEVEM ser considerados como publicações deste periódico. NÃO foram submetidos a revisão pelos avaliadores da revista. NÃO são contemplados na avaliação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). O objetivo é tão somente o de ampliar a divulgação destes anais. Além disso, por serem anais de eventos, não é necessária e não será apresentada a numeração de páginas. Devem ser citados como anais de eventos ou como estudo de caso ou nota técnica somente, sem referência a este periódico. A Revista Águas Subterrâneas não se responsabiliza pelo conteúdo publicado nessas seções. 

  

É de LIVRE acesso a todos os interessados, gratuitamente.
 

ÁGUAS SUBTERRÂNEAS, São Paulo, Brasil
eISSN 2179-9784 (eletrônico)
ISSN 0101-7004 (impresso)

Filiada:
 

Licença Creative Commons
Revista Águas Subterrâneas está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.


Todos aqueles que se cadastram na Revista Águas Subterrâneas tornam-se filiados da ABAS gratuitamente, podendo usufruir de descontos em eventos e material técnico. Por extensão, tornam-se também associados do Capítulo Brasileiro da Associação Internacional de Hidrogeólogos*, podendo também usufruir de descontos em eventos internacionais da IAH e outras ofertas. O acesso à revista é livre e independente do cadastramento

*Clique aqui para saber maiores detalhes e limitações dos filiados.