Avaliação da influência da suinocultura na qualidade da água subterrânea – São Gabriel do Oeste – MS

Ana Paula Lazarin de Goehr, Sharon Anne Nogueira Barros, Priscila Sabioni Cavalheri, Guilherme Henrique Cavazzana, Luiz Antônio Paiva

Resumo


Devido à crescente demanda por água potável, os recursos subterrâneos vem assumindo um destaque significativo na gestão de recursos hídricos, principalmente por serem fontes naturais mais resistentes a poluição. No entanto, em áreas rurais essa contaminação pode ocorrer devido as práticas impróprias de manejo de solo e despejo inadequado dos dejetos de animais. Uma das atividades agropecuárias que pode causar sérios danos ambientais é a suinocultura. Sendo assim, este trabalho objetivou verificar se as atividades suinícolas instaladas no município de São Gabriel do Oeste, vêm influenciando na qualidade da água subterrânea da região. Essa verificação foi possível por meio de estudos hidrogeológicos da região e pela realização das análises físico-químicas e microbiológica em nove pontos de amostragem durante o período de um ano hidrológico. Com base nos levantamentos hidrogeológicos, verificou-se que as águas explotadas nos locais amostrados são derivadas dos Aquíferos Cenozoicos, Serra Geral e Guarani. Em relação as análises laboratoriais, a maioria dos parâmetros analisados não sofreram variações temporais e mantiveram-se dentro dos limites de potabilidade estabelecido pelas legislações. Desta forma, evidenciou-se que apesar da suinocultura ser uma atividade com elevado potencial poluidor, não vem interferindo na qualidade das águas subterrâneas da região.

Palavras-chave


Sistema Aquífero Guarani. Poços tubulares. Suinocultura. São Gabriel do Oeste

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14295/ras.v32i3.28971

_____________________________________________________________________

A revista Águas Subterrâneas é uma publicação da Associação Brasileira de Águas Subterrâneas - ABAS - para divulgação de artigos científicos (originais e inéditos) sobre Hidrogeologia e outros temas pertinentes. Os artigos aceitos e finalizados são publicados em forma contínua e organizados sob a numeração de um Volume anual subdividido em vários Números com até 10 artigos cada um. 

A Revista Águas Subterrâneas é um periódico com classificação QUALIS Nacional e Internacional.

A Revista Águas Subterrâneas não cobra dos autores quaisquer taxas para submissão ou publicação. 


DISCLAIMER: Os Suplementos de Anais (congressos e encontros técnicos) aqui presentes são publicados na Revista Águas Subterrâneas exclusivamente por um ato de gentileza dos editores. De forma semelhante, os Estudos de Caso e Notas Técnicas são publicados com a intenção de prover um espaço para divulgação de dados e estudos de interesse local, sem obrigação de ter uma contribuiçao científica. Seus artigos NÃO PODEM e NÃO DEVEM ser considerados como publicações deste periódico. NÃO foram submetidos a revisão pelos avaliadores da revista. NÃO são contemplados na avaliação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). O objetivo é tão somente o de ampliar a divulgação destes anais. Além disso, por serem anais de eventos, não é necessária e não será apresentada a numeração de páginas. Devem ser citados como anais de eventos ou como estudo de caso ou nota técnica somente, sem referência a este periódico. A Revista Águas Subterrâneas não se responsabiliza pelo conteúdo publicado nessas seções. 

  

É de LIVRE acesso a todos os interessados, gratuitamente.
 

ÁGUAS SUBTERRÂNEAS, São Paulo, Brasil
eISSN 2179-9784 (eletrônico)
ISSN 0101-7004 (impresso)

Filiada:
 

Licença Creative Commons
Revista Águas Subterrâneas está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.


Todos aqueles que se cadastram na Revista Águas Subterrâneas tornam-se filiados da ABAS gratuitamente, podendo usufruir de descontos em eventos e material técnico. Por extensão, tornam-se também associados do Capítulo Brasileiro da Associação Internacional de Hidrogeólogos*, podendo também usufruir de descontos em eventos internacionais da IAH e outras ofertas. O acesso à revista é livre e independente do cadastramento

*Clique aqui para saber maiores detalhes e limitações dos filiados.