Avaliação da vulnerabilidade natural à contaminação do sistema aquífero Serra Geral no Estado do Paraná – Brasil

Vinícius Menezes Borges, Gustavo Barbosa Athayde, Pedro Antônio Roehe Reginato

Resumo


As águas subterrâneas são uma importante fonte de abastecimento humano, entretanto, estão se tornando cada vez mais expostas à poluição devido à urbanização, desenvolvimento industrial e expansão agrícola. Assim, tornam-se necessárias medidas de proteção aos aquíferos. Neste trabalho é apresentado um estudo em escala regional sobre a vulnerabilidade natural à contaminação das águas subterrâneas do Sistema Aquífero Serra Geral (SASG) no Estado do Paraná. A avaliação foi realizada através dos métodos DRASTIC e GOD com adaptações para aplicação em estudos relacionados a aquíferos fraturados e os métodos foram comparados através da normalização dos valores de vulnerabilidade.O mapa obtido através do método DRASTIC apresentou graus de vulnerabilidade baixa (5,01%), moderada (83,13%) e elevada (11,85%). Já o método GOD apresentou vulnerabilidades baixa (66,21%), moderada (0,67%), alta (14,32%) e extrema (18,81%). O método DRASTIC apresentou maior grau de detalhe na avaliação e mais valores intermediários. Já o método GOD apresentou variação brusca dos índices em muitas regiões devido a parametrização simplificada. Apesar do método DRASTIC apresentar resultados mais satisfatórios, a escolha do método deve estar condicionada à disponibilidade de dados e de recursos humanos e financeiros.


Palavras-chave


Vulnerabilidade. DRASTIC. GOD. Sistema Aquífero Serra Geral.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.14295/ras.v31i4.28857

_____________________________________________________________________

A revista Águas Subterrâneas é uma publicação da Associação Brasileira de Águas Subterrâneas - ABAS - para divulgação de artigos científicos (originais e inéditos) sobre Hidrogeologia e outros temas pertinentes. Os artigos aceitos e finalizados são publicados em forma contínua e organizados sob a numeração de um Volume anual subdividido em vários Números com até 10 artigos cada um. 

A Revista Águas Subterrâneas é um periódico com classificação QUALIS Nacional e Internacional.

A Revista Águas Subterrâneas não cobra dos autores quaisquer taxas para submissão ou publicação. 

É de LIVRE acesso a todos os interessados, gratuitamente.
 
ÁGUAS SUBTERRÂNEAS, São Paulo, Brasil
eISSN 2179-9784 (eletrônico)
ISSN 0101-7004 (impresso)

Filiada:
 

Licença Creative Commons
Revista Águas Subterrâneas está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.


Todos aqueles que se cadastram na Revista Águas Subterrâneas tornam-se filiados da ABAS gratuitamente, podendo usufruir de descontos em eventos e material técnico. Por extensão, tornam-se também associados do Capítulo Brasileiro da Associação Internacional de Hidrogeólogos*, podendo também usufruir de descontos em eventos internacionais da IAH e outras ofertas. O acesso à revista é livre e independente do cadastramento

*Clique aqui para saber maiores detalhes e limitações dos filiados.