Tipologia hidrogeoquímica e qualidade das águas subterrâneas na área urbana do município de Lençóis, Bahia, nordeste do Brasil

Jonatas Batista Mattos, Manoel Jerônimo Moreira Cruz, Francisco Carlos Fernandes De Paula, Elinaldo Fonseca Sales

Resumo


 Este trabalho teve como objetivo determinar os tipos e a qualidade das águas subterrâneas em aquíferos fissural (metassedimentar) e granular na área urbana do município de Lençóis (Bahia), região Nordeste do Brasil. Para tal, foram levantados quinze poços para amostragem de águas subterrâneas em aquíferos constituídos por rochas quatziticas do Grupo Chapada Diamantina, além de coberturas detríticas. Foram analisados os seguintes parâmetros: condutividade elétrica, temperatura, turbidez, sólidos totais dissolvidos, pH, dureza total, HCO3-, Cl-, NO3-, -, -, Na+, K+, Mg2+, Ca2+, Ba2+ e Fe3+. Os resultados apontaram que estas águas são de baixa salinidade, ácidas, doces e moles, apresentando uma boa qualidade ambiental para abastecimento e potabilidade. São águas do tipo cloretada sódica, e alguns pontos de uma zona da área urbana indicam traços de contaminação por nitrato, cloreto, sulfato e cálcio, de origem antrópica (águas residuárias). Com base nos diagramas de Gibbs, verificou-se que as águas subterrâneas na área urbana de Lençóis são do domínio da precipitação, evidenciando uma reduzida interação água-rocha. As fontes geogênicas (naturais) dos poucos íons dissolvidos nas águas podem ser atribuídas ao processo de hidrólise que ocorre entre a água e os minerais de quartzo constituintes das rochas da região.

Palavras-chave


Hidrogeologia. Recursos hídricos. Chapada Diamantina.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.14295/ras.v31i3.28852

_____________________________________________________________________

A revista Águas Subterrâneas é uma publicação da Associação Brasileira de Águas Subterrâneas - ABAS - para divulgação de artigos científicos (originais e inéditos) sobre Hidrogeologia e outros temas pertinentes. Os artigos aceitos e finalizados são publicados em forma contínua e organizados sob a numeração de um Volume anual subdividido em vários Números com até 10 artigos cada um. 

A Revista Águas Subterrâneas é um periódico com classificação QUALIS Nacional e Internacional.

A Revista Águas Subterrâneas não cobra dos autores quaisquer taxas para submissão ou publicação. 


DISCLAIMER: Os suplementos de anais (congressos e encontros técnicos) aqui presentes são publicados na Revista Águas Subterrâneas exclusivamente por um ato de gentileza dos editores. Seus artigos NÃO PODEM e NÃO DEVEM ser considerados como publicações deste periódico. NÃO foram submetidos a revisão pelos avaliadores da revista. NÃO são contemplados na avaliação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). O objetivo é tão somente o de ampliar a divulgação destes anais. Além disso, por serem anais de eventos, não é necessária e não será apresentada a numeração de páginas. Devem ser citados como anais de eventos somente, sem referência a este periódico.

 

 
É de LIVRE acesso a todos os interessados, gratuitamente.
 
ÁGUAS SUBTERRÂNEAS, São Paulo, Brasil
eISSN 2179-9784 (eletrônico)
ISSN 0101-7004 (impresso)

Filiada:
 

Licença Creative Commons
Revista Águas Subterrâneas está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.


Todos aqueles que se cadastram na Revista Águas Subterrâneas tornam-se filiados da ABAS gratuitamente, podendo usufruir de descontos em eventos e material técnico. Por extensão, tornam-se também associados do Capítulo Brasileiro da Associação Internacional de Hidrogeólogos*, podendo também usufruir de descontos em eventos internacionais da IAH e outras ofertas. O acesso à revista é livre e independente do cadastramento

*Clique aqui para saber maiores detalhes e limitações dos filiados.