Caracterização hidrogeológica dos aquíferos cársticos sapucari e maruim, bacia sedimentar de sergipe-alagoas, nordeste do Brasil

Daniela Dantas de Menezes Ribeiro, Sergio Augusto de Morais Nascimento, Antonio Jorge Vasconcellos Garcia

Resumo


Este artigo caracterizou os aquíferos cársticos Sapucari e Maruim, Bacia Sedimentar de Sergipe-Alagoas, nos municípios de Laranjeiras, Nossa Senhora do Socorro e Maruim, a partir da análise de parâmetros hidrodinâmicos e reservas hídricas. Os parâmetros analisados foram: a vazão (V); a capacidade específica (Sc); os níveis estático (NE) e dinâmico (ND); a transmissividade (T); os aspectos geológicos, geomorfológicos (feições cársticas) e estruturais, integrados num modelo hidrogeológico conceitual. Na área de estudo a investigação hidrogeológica se tornou necessária devido à importância dos recursos hídricos subterrâneos para o abastecimento humano e industrial. Para a determinação da transmissividade foi aplicado o método da recuperação de Theis (1935), usando a correlação T com capacidade específica (Sc). Os resultados de T são heterogêneos em ambos os aquíferos, destacando-se o Sapucari. Neste, a T média é de 725,42 m2/d, já no aquífero Maruim é de 113,42 m2/d. O volume anual de água extraída por meio de obras de captação existentes corresponde a 26,2% da reserva renovável do Sapucari e 11,6% do aquífero Maruim


Palavras-chave


Aquíferos cársticos. Bacia Sedimentar de Sergipe-Alagoas. Transmissividade. Reservas hídricas. Modelo hidrogeológico.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.14295/ras.v31i3.28806

_____________________________________________________________________

A revista Águas Subterrâneas é uma publicação da Associação Brasileira de Águas Subterrâneas - ABAS - para divulgação de artigos científicos (originais e inéditos) sobre Hidrogeologia e outros temas pertinentes. Os artigos aceitos e finalizados são publicados em forma contínua e organizados sob a numeração de um Volume anual subdividido em vários Números com até 10 artigos cada um. 

A Revista Águas Subterrâneas é um periódico com classificação QUALIS Nacional e Internacional.

A Revista Águas Subterrâneas não cobra dos autores quaisquer taxas para submissão ou publicação. 


DISCLAIMER: Os suplementos de anais (congressos e encontros técnicos) aqui presentes são publicados na Revista Águas Subterrâneas exclusivamente por um ato de gentileza dos editores. Seus artigos NÃO PODEM e NÃO DEVEM ser considerados como publicações deste periódico. NÃO foram submetidos a revisão pelos avaliadores da revista. NÃO são contemplados na avaliação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). O objetivo é tão somente o de ampliar a divulgação destes anais. Além disso, por serem anais de eventos, não é necessária e não será apresentada a numeração de páginas. Devem ser citados como anais de eventos somente, sem referência a este periódico.

 

 
É de LIVRE acesso a todos os interessados, gratuitamente.
 
ÁGUAS SUBTERRÂNEAS, São Paulo, Brasil
eISSN 2179-9784 (eletrônico)
ISSN 0101-7004 (impresso)

Filiada:
 

Licença Creative Commons
Revista Águas Subterrâneas está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.


Todos aqueles que se cadastram na Revista Águas Subterrâneas tornam-se filiados da ABAS gratuitamente, podendo usufruir de descontos em eventos e material técnico. Por extensão, tornam-se também associados do Capítulo Brasileiro da Associação Internacional de Hidrogeólogos*, podendo também usufruir de descontos em eventos internacionais da IAH e outras ofertas. O acesso à revista é livre e independente do cadastramento

*Clique aqui para saber maiores detalhes e limitações dos filiados.