AVALIAÇÃO DO IMPACTO DO PROGRAMA DE BIOCOMBUSTÍVEIS NA DISPONIBILIDADE HÍDRICA DO CERRADO

Geraldo Magella Obolari de Magalhães

Resumo


O presente trabalho buscou avaliar o impacto do programa de Biocombustíveis na disponibilidade hídrica do cerrado. Atualmente, os recursos hídricos do cerrado, na época da seca, já sofrem um desequilíbrio porque parte da evapotranspiração da região não precipita no mesmo local, conforme estudos da circulação atmosférica apresentados pelo Instituto Nacional de Meteorologia. A hipótese concernente a esse objetivo é que a expansão das culturas para a produção de Biocombustível trará um impacto negativo à disponibilidade hídrica na região. Considerando-se o aumento de temperatura, ocasionado pelo desmatamento e/ou extração da vegetação nativa do cerrado, para o plantio das oleaginosas elegíveis, que também faz aumentar o consumo de água em todo o seu ciclo, verificou-se o impacto nos recursos hídricos da região. O estudo se deu por meio de uma revisão bibliográfica sobre a evapotranspiração da vegetação nativa do cerrado, sobre a evapotranspiração das culturas potenciais para o programa de biocombustíveis e sobre a circulação atmosférica da Região Centro-Oeste. A integração dessas informações permitiu a constatação de que a disponibilidade hídrica da região poderá ser afetada negativamente, caso se busque o cumprimento das metas de produção de biocombustíveis atualmente veiculadas pelos órgãos públicos concernentes. 


Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


_____________________________________________________________________

ÁGUAS SUBTERRÂNEAS, São Paulo, Brasil
e-ISSN 2179-9784 (eletrônico)

É de LIVRE acesso a todos os interessados, gratuitamente.

 

A revista Águas Subterrâneas é uma publicação da Associação Brasileira de Águas Subterrâneas - ABAS - para divulgação de artigos científicos (originais e inéditos) sobre Hidrogeologia e outros temas pertinentes.

Os artigos aceitos e finalizados são publicados de forma contínua  organizados sob a numeração de um Volume anual subdividido em vários Números com até 10 artigos cada um.
 
A Revista Águas Subterrâneas é um periódico com classificação QUALIS Nacional e Internacional.
 
A Revista Águas Subterrâneas não cobra dos autores quaisquer taxas para submissão ou publicação.

DISCLAIMER: Os Suplementos de Anais (congressos e encontros técnicos) aqui presentes são publicados na Revista Águas Subterrâneas exclusivamente por um ato de gentileza dos editores. De forma semelhante, os Estudos de Caso e Notas Técnicas são publicados com a intenção de prover um espaço para divulgação de dados e estudos de interesse local, sem obrigação de ter uma contribuiçao científica. Seus artigos NÃO PODEM e NÃO DEVEM ser considerados como publicações deste periódico. NÃO foram submetidos a revisão pelos avaliadores da revista. NÃO são contemplados na avaliação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). O objetivo é tão somente o de ampliar a divulgação destes anais, estudos de caso e notas técnicas. Além disso, nestes documentos não é necessária e não será apresentada a numeração sequencial de páginas, como é feito para os artigos científicos. Os anais de eventos devem ser citados como tal, sem referência a este periódico. A Revista Águas Subterrâneas não se responsabiliza pelo conteúdo publicado nessas seções. 

Todos aqueles que se cadastram na Revista Águas Subterrâneas tornam-se filiados da ABAS gratuitamente, podendo usufruir de descontos em eventos e material técnico. Por extensão, tornam-se também associados do Capítulo Brasileiro da Associação Internacional de Hidrogeólogos*, podendo também usufruir de descontos em eventos internacionais da IAH e outras ofertas. O acesso à revista é livre e independente do cadastramento

*Clique aqui para saber maiores detalhes e limitações dos filiados.

Métricas

       

A Revista Águas Subterrâneas é filiada às seguintes Bases de Dados/Portais: 




 
Licença Creative Commons

Revista Águas Subterrâneas está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.