INFLUÊNCIA DA TAXA DE DOSE POTENCIAL VARIÁVEL EM ÁREAS CONTAMINADAS NO CÁLCULO DE RISCO À SAÚDE HUMANA

Karina Lopes Joussef

Resumo


No gerenciamento ambiental de áreas contaminadas, a avaliação de risco à saúde humana representa uma importante etapa na caracterização dos potenciais efeitos de substâncias tóxicas sobre a saúde humana. Para a definição da concentração provável com a qual o receptor pode entrar em contato durante a exposição, as metodologias tradicionais de avaliação de risco (i.e., RBCA) assumem que os receptores estão expostos a uma concentração máxima e constante ao longo de toda duração de exposição (25 – 30 anos). Um experimento de campo com liberação controlada de gasolina com etanol, monitorado por um longo período de tempo, foi utilizado como estudo de caso com o objetivo de avaliar a influência da variação das concentrações dos contaminantes na quantificação do risco à saúde humana, desde a sua liberação na água subterrânea até a sua completa atenuação. Os valores de risco à saúde humana de benzeno e de tolueno na área experimental foram calculados a partir da taxa dose potencial variável. Os resultados do experimento de campo mostraram que as máximas concentrações de exposição de benzeno e tolueno estiveram presentes durante um curto período se considerado uma duração de exposição de 25 anos. Observou-se que a abordagem convencional de cálculo de risco apresentou valores de risco com diferenças de duas ordens de grandeza, dependendo do período amostrado, não refletindo a variação temporal das concentrações ocorridas desde o início do experimento até a completa exaustão dos contaminantes. Nestas condições, a disponibilidade de um procedimento complementar de quantificação de risco com foco na taxa de dose potencial variável, em modelos que simulem os mecanismos de transporte e transformação, poderá fornecer valores de risco de acordo com as condições específicas do local, reduzindo as incertezas na quantificação do risco no que se refere à escolha da concentração representativa da área, auxiliando no processo de tomada de decisão na definição de tecnologias mais adequadas para recuperação de áreas impactadas.


Texto completo:

PDF


_____________________________________________________________________

A revista Águas Subterrâneas é uma publicação da Associação Brasileira de Águas Subterrâneas - ABAS - para divulgação de artigos científicos (originais e inéditos) sobre Hidrogeologia e outros temas pertinentes. Os artigos aceitos e finalizados são publicados em forma contínua e organizados sob a numeração de um Volume anual subdividido em vários Números com até 10 artigos cada um. 

A Revista Águas Subterrâneas é um periódico com classificação QUALIS Nacional e Internacional.

A Revista Águas Subterrâneas não cobra dos autores quaisquer taxas para submissão ou publicação. 


DISCLAIMER: Os Suplementos de Anais (congressos e encontros técnicos) aqui presentes são publicados na Revista Águas Subterrâneas exclusivamente por um ato de gentileza dos editores. De forma semelhante, os Estudos de Caso e Notas Técnicas são publicados com a intenção de prover um espaço para divulgação de dados e estudos de interesse local, sem obrigação de ter uma contribuiçao científica. Seus artigos NÃO PODEM e NÃO DEVEM ser considerados como publicações deste periódico. NÃO foram submetidos a revisão pelos avaliadores da revista. NÃO são contemplados na avaliação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). O objetivo é tão somente o de ampliar a divulgação destes anais, estudos de caso e notas técnicas. Além disso, nestes documentos não é necessária e não será apresentada a numeração sequencial de páginas, como é feito para os artigos científicos. Os anais de eventos devem ser citados como tal, sem referência a este periódico. A Revista Águas Subterrâneas não se responsabiliza pelo conteúdo publicado nessas seções. 

  

É de LIVRE acesso a todos os interessados, gratuitamente.
 

ÁGUAS SUBTERRÂNEAS, São Paulo, Brasil
eISSN 2179-9784 (eletrônico)
ISSN 0101-7004 (impresso)

Filiada:
 

Licença Creative Commons
Revista Águas Subterrâneas está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.


Todos aqueles que se cadastram na Revista Águas Subterrâneas tornam-se filiados da ABAS gratuitamente, podendo usufruir de descontos em eventos e material técnico. Por extensão, tornam-se também associados do Capítulo Brasileiro da Associação Internacional de Hidrogeólogos*, podendo também usufruir de descontos em eventos internacionais da IAH e outras ofertas. O acesso à revista é livre e independente do cadastramento

*Clique aqui para saber maiores detalhes e limitações dos filiados.