VARIATION SPACE-TIME COMMUNITY ZOOPLANCTON IN RESPONSE TO THE HYDROCHEMISTRY IN THE PARAÍBA DO SUL RIVER ESTUARY, RJ

José Mauro Sterza

Resumo


In order to define the zooplankton composition, seasonal variation and population structure, related with the hydrochemistry in the Paraíba do Sul River estuary, RJ, samples were collected in nine stations, using a conical plankton net with a 200 micron mesh size. Environmental data (e.g. salinity, temperature, dissolved oxygen, alkalinity and pH) along with dissolved nutrients such as N-NO3-, N-NO2-, N-NH4+, NTD, P-PO43-, H4SiO4, SPM and chlorophyll-a were determined. The estuary was characterized by two distinct regions when considering the distribution of hydrochemical parameters: one inner region under the influence of continental water, where the hydrochemistry is characterized by high nutrient concentrations, temperature and oxygen values; and one outer region where the influence of coastal waters predominate with high values of salinity, alkalinity, pH and water transparence. Nutrient concentrations, such as N, had higher values mainly in the wet season. High nitrite and ammonium concentrations found at the limit of the estuarine plume are due to the existence of high bacteria activity that occur in this region promoting the ammonium and nitrite oxidation, as well as the existence of a local cyclonic eddy that promotes the ressupension of nutrients to the water column. Zooplankton presented holoplanktonic and meroplanktonic organisms, being copepods the most abundant group with the highest number of species (54). Acartia lilljeborgi, Acartia tonsa, Temora turbinata, Bestiolina sp, Oithona hebes, Euterpina acutifrons, Paracalanus parvus, Parvocalanus crassirostris, Notodiaptomus conifer, Thermocyclops crassus, Moina micrura and Simocephalus vetalus were the most abundant species. The highest abundances occurred in the winter and the lowest in the summer. The zooplankton community showed a seasonal distribution pattern where, in the estuarine zones, due to salinity, T. turbinata, E. acutifrons P. parvus and P. crassirostris were identified as indicator species of the coastal zone water mass. A. lilljeborgi, A. tonsa, O. hebes e Bestiolina sp were associated with the stations of the mixture zone. S. vetalus, M. micrura, T. crassus e N. conifer were associated to the inner estuary waters at the river zone. The maintenance of this spatial pattern is influenced mainly by the
salinity variation that produces a horizontal gradient in the estuary, delimiting the estuarine zones and, consequently, the species distribution. The nutrients distribution does not seem to influence the zooplankton community directy, once the increase in these concentrations does not lead to an increase in zooplankton abundance. The factor that seems to predominate in the distribution and abundance of the zooplankton is food supply, influenced by light aviability that pass through the water column, along with the reduction of the salinity values that occur due to a high river water flow and, consequently, the decrease in water residence time.


Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


 
A RAS teve que passar por uma
reestruturação do seu banco de dados,
caso seu LOGIN e SENHA NÃO MAIS FUNCIONEM,
por favor, CADASTRE-SE NOVAMENTE.
Desculpe pelo transtorno.
_____________________________________________________________________

ÁGUAS SUBTERRÂNEAS, São Paulo, Brasil
e-ISSN 2179-9784 (eletrônico)

É de LIVRE acesso a todos os interessados, gratuitamente.

 

A revista Águas Subterrâneas é uma publicação da Associação Brasileira de Águas Subterrâneas - ABAS - para divulgação de artigos científicos (originais e inéditos) sobre Hidrogeologia e outros temas pertinentes.

Os artigos aceitos e finalizados são publicados de forma contínua  organizados sob a numeração de um Volume anual subdividido em vários Números com até 10 artigos cada um.
 
A Revista Águas Subterrâneas é um periódico com classificação QUALIS Nacional e Internacional.
 
A Revista Águas Subterrâneas não cobra dos autores quaisquer taxas para submissão ou publicação.

DISCLAIMER: Os Suplementos de Anais (congressos e encontros técnicos) aqui presentes são publicados na Revista Águas Subterrâneas exclusivamente por um ato de gentileza dos editores. De forma semelhante, os Estudos de Caso e Notas Técnicas são publicados com a intenção de prover um espaço para divulgação de dados e estudos de interesse local, sem obrigação de ter uma contribuiçao científica. Seus artigos NÃO PODEM e NÃO DEVEM ser considerados como publicações deste periódico. NÃO foram submetidos a revisão pelos avaliadores da revista. NÃO são contemplados na avaliação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). O objetivo é tão somente o de ampliar a divulgação destes anais, estudos de caso e notas técnicas. Além disso, nestes documentos não é necessária e não será apresentada a numeração sequencial de páginas, como é feito para os artigos científicos. Os anais de eventos devem ser citados como tal, sem referência a este periódico. A Revista Águas Subterrâneas não se responsabiliza pelo conteúdo publicado nessas seções. 

Todos aqueles que se cadastram na Revista Águas Subterrâneas tornam-se filiados da ABAS gratuitamente, podendo usufruir de descontos em eventos e material técnico. Por extensão, tornam-se também associados do Capítulo Brasileiro da Associação Internacional de Hidrogeólogos*, podendo também usufruir de descontos em eventos internacionais da IAH e outras ofertas. O acesso à revista é livre e independente do cadastramento

*Clique aqui para saber maiores detalhes e limitações dos filiados.

Métricas

       

A Revista Águas Subterrâneas é filiada às seguintes Bases de Dados/Portais: 




 
Licença Creative Commons

Revista Águas Subterrâneas está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.