Remediation of 1,2 DCA in Fractured Bedrock Using EHC® ISCR

JIM MUELLER, FAYAZ LAKHWALA, ED VANYO, JOHN M.(JAY) ASH

Resumo


Objectives Remediation of 1,2 DCA in fractured bedrock was conducted using the EHC® amendment. EHC amendment treats 1,2DCA via in situ chemical reduction (ISCR) and by creating reducing conditions in the aquifer. Injection methods used to place EHC and results from one year of post-injection sampling from the pilot test will be presented to show the efficacy of EHC in treating 1,2DCA. Remediation plan for full-scale application (scheduled for Nov 2012) will also be presented.
Approach EHC is a solid amendment consisting of slow release organic carbon and zero valent iron (ZVI) which promotes biological and chemical reduction of a variety of chlorinated ethenes and ethanes by creating favorable geochemical conditions. Pilot tests were conducted by hydraulic fracturing in partially weathered bedrock at an industrial site located in southeast Pennsylvania. Fractures were created to inject EHC thereby inducing ISCR to destroy 1,2 DCA which was the primary constituent of interest (COI). A total of seven fractures were created in two areas to inject 10,800 lb of EHC. Distribution and radius of influence of EHC in the aquifer was monitored using conventional and non-conventional methods. Several rounds of groundwater samples were collected to monitor the concentration of 1,2 DCA along with secondary geochemical parameters in support of ISCR.
Results Data from injection pressure logs indicated that the fractures were nucleated horizontally. Tilt meter data showed symmetric deformations around the injection wells and subsequent analysis strongly suggested horizontal fracture development. Finally, magnets were deployed to trap ZVI from EHC in lubricating water during post-injection coring around the injection points. Collectively, these data sets suggested that the fractures remained “on plane” with the injection elevation for distances in excess of 50 feet from the injection location. Data from several rounds of groundwater samples collected over a period of 12 months show decreasing trends in 1,2 DCA concentration along with supporting trends in geochemical parameters to show that ISCR conditions were established post-EHC injections.


Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


 
_____________________________________________________________________

ÁGUAS SUBTERRÂNEAS, São Paulo, Brasil
e-ISSN 2179-9784 (eletrônico)

É de LIVRE acesso a todos os interessados, gratuitamente.

 

A revista Águas Subterrâneas é uma publicação da Associação Brasileira de Águas Subterrâneas - ABAS - para divulgação de artigos científicos (originais e inéditos) sobre Hidrogeologia e outros temas pertinentes.

Os artigos aceitos e finalizados são publicados de forma contínua  organizados sob a numeração de um Volume anual subdividido em vários Números com até 10 artigos cada um.
 
A Revista Águas Subterrâneas é um periódico com classificação QUALIS Nacional e Internacional.
 
A Revista Águas Subterrâneas não cobra dos autores quaisquer taxas para submissão ou publicação.

DISCLAIMER: Os Suplementos de Anais (congressos e encontros técnicos) aqui presentes são publicados na Revista Águas Subterrâneas exclusivamente por um ato de gentileza dos editores. De forma semelhante, os Estudos de Caso e Notas Técnicas são publicados com a intenção de prover um espaço para divulgação de dados e estudos de interesse local, sem obrigação de ter uma contribuiçao científica. Seus artigos NÃO PODEM e NÃO DEVEM ser considerados como publicações deste periódico. NÃO foram submetidos a revisão pelos avaliadores da revista. NÃO são contemplados na avaliação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). O objetivo é tão somente o de ampliar a divulgação destes anais, estudos de caso e notas técnicas. Além disso, nestes documentos não é necessária e não será apresentada a numeração sequencial de páginas, como é feito para os artigos científicos. Os anais de eventos devem ser citados como tal, sem referência a este periódico. A Revista Águas Subterrâneas não se responsabiliza pelo conteúdo publicado nessas seções. 

Todos aqueles que se cadastram na Revista Águas Subterrâneas tornam-se filiados da ABAS gratuitamente, podendo usufruir de descontos em eventos e material técnico. Por extensão, tornam-se também associados do Capítulo Brasileiro da Associação Internacional de Hidrogeólogos*, podendo também usufruir de descontos em eventos internacionais da IAH e outras ofertas. O acesso à revista é livre e independente do cadastramento

*Clique aqui para saber maiores detalhes e limitações dos filiados.

Métricas

       

A Revista Águas Subterrâneas é filiada às seguintes Bases de Dados/Portais: 




 
Licença Creative Commons

Revista Águas Subterrâneas está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.