IN-SITU CHEMICAL OXIDATION XYLENE NON-AQUEOUS PHASE LIQUID (BRAZIL)

ISAAC ABOULAFIA, LARRY RADER, DOUGLAS CARVEL

Resumo


Elimination of non-aqueous phase liquid (NAPL) using chemical oxidation is
a viable and effective approach when the appropriate sequence and reagents are used.
Specifically, NAPL has to first be converted to the dissolved phase, where it can then be
readily oxidized by an aggressive chemical oxidation.
Another key consideration for the effective use of in-situ chemical oxidation
(ISCO), is the effective distribution of reagents in the target treatment zone. Given the
heterogeneous nature and/or low permeability of some soils, reagent distribution is the
biggest hurdle to overcome on most ISCO projects. Groundwater recirculation during
ISCO applications has proven effective at enhancing and controlling ISCO reagents.
Groundwater flow can be altered to induce preferential flow and enhance the distribution of
ISCO reagents during application with a close-loop recirculation approach.
A successful remediation project of solvents in groundwater was performed
at an active chemical plant outside of Sao Paulo. ISCO rapidly desorbed/destroyed
contaminant mass, including NAPL. ISCO using sodium persulfate activated by catalyzed
hydrogen peroxide was designed and implemented. Groundwater recirculation was used
to preferentially distribute chemical reagents to the target remediation zone. Solutions and
results for the project will be discussed.


Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


 
A RAS teve que passar por uma
reestruturação do seu banco de dados,
caso seu LOGIN e SENHA NÃO MAIS FUNCIONEM,
por favor, CADASTRE-SE NOVAMENTE.
Desculpe pelo transtorno.
_____________________________________________________________________

ÁGUAS SUBTERRÂNEAS, São Paulo, Brasil
e-ISSN 2179-9784 (eletrônico)

É de LIVRE acesso a todos os interessados, gratuitamente.

 

A revista Águas Subterrâneas é uma publicação da Associação Brasileira de Águas Subterrâneas - ABAS - para divulgação de artigos científicos (originais e inéditos) sobre Hidrogeologia e outros temas pertinentes.

Os artigos aceitos e finalizados são publicados de forma contínua  organizados sob a numeração de um Volume anual subdividido em vários Números com até 10 artigos cada um.
 
A Revista Águas Subterrâneas é um periódico com classificação QUALIS Nacional e Internacional.
 
A Revista Águas Subterrâneas não cobra dos autores quaisquer taxas para submissão ou publicação.

DISCLAIMER: Os Suplementos de Anais (congressos e encontros técnicos) aqui presentes são publicados na Revista Águas Subterrâneas exclusivamente por um ato de gentileza dos editores. De forma semelhante, os Estudos de Caso e Notas Técnicas são publicados com a intenção de prover um espaço para divulgação de dados e estudos de interesse local, sem obrigação de ter uma contribuiçao científica. Seus artigos NÃO PODEM e NÃO DEVEM ser considerados como publicações deste periódico. NÃO foram submetidos a revisão pelos avaliadores da revista. NÃO são contemplados na avaliação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). O objetivo é tão somente o de ampliar a divulgação destes anais, estudos de caso e notas técnicas. Além disso, nestes documentos não é necessária e não será apresentada a numeração sequencial de páginas, como é feito para os artigos científicos. Os anais de eventos devem ser citados como tal, sem referência a este periódico. A Revista Águas Subterrâneas não se responsabiliza pelo conteúdo publicado nessas seções. 

Todos aqueles que se cadastram na Revista Águas Subterrâneas tornam-se filiados da ABAS gratuitamente, podendo usufruir de descontos em eventos e material técnico. Por extensão, tornam-se também associados do Capítulo Brasileiro da Associação Internacional de Hidrogeólogos*, podendo também usufruir de descontos em eventos internacionais da IAH e outras ofertas. O acesso à revista é livre e independente do cadastramento

*Clique aqui para saber maiores detalhes e limitações dos filiados.

Métricas

       

A Revista Águas Subterrâneas é filiada às seguintes Bases de Dados/Portais: 




 
Licença Creative Commons

Revista Águas Subterrâneas está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.