MONITORAMENTO DA FLUTUAÇÃO DOS NÍVEIS DE ÁGUA EM AQUÍFEROS FREÁTICOS EM ÁREA DE RETIRADA DA ÁGUA SUBTERRÂNEA

GUILHERME VIANA MARTELLI, JOSÉ LUIZ SILVÉRIO DA SILVA

Resumo


Está pesquisa visou estimar a flutuação dos níveis da água subterrânea em áreas com
retiradas de águas subterrâneas. A área de estudo encontra-se no município de Cacequi-RS, que
localiza-se no sudoeste do Estado do Rio Grande do Sul, em Zona de Afloramentos do Sistema
Aquífero Guarani, na Bacia Sedimentar do Paraná. Estas áreas foram selecionadas por terem uma
ótima aplicabilidade ao tema (flutuação de nível), devido existir uma rede de seis poços de captação
de água, pertencentes a Companhia Riograndense de Saneamento (CORSAN). Foi instalado um
poço de monitoramento do nível da água. A análise foi ocorrida durante em um período hidrológico
de 386 dias, entre 01/02/2011 e 21/02/2012. A variação do nível freático foi registrada por sensor
automático de hora em hora, instalados no poço de monitoramento. A faixa de flutuação monitorada
para área mostrou que o nível variou entre 8,04 a 16,51 metros, constatando então por uma variação
de 8,47 metros entre os pontos extremos monitorados. Os resultados apresentados fornecem
subsídios para uso sustentável dos recursos hídricos subterrâneos, e também ilustram o
desenvolvimento de novas pesquisas referentes a explotação das águas subterrâneas em Zona de
Afloramentos de Aquífero livre.


Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


 
_____________________________________________________________________

ÁGUAS SUBTERRÂNEAS, São Paulo, Brasil
e-ISSN 2179-9784 (eletrônico)

É de LIVRE acesso a todos os interessados, gratuitamente.

 

A revista Águas Subterrâneas é uma publicação da Associação Brasileira de Águas Subterrâneas - ABAS - para divulgação de artigos científicos (originais e inéditos) sobre Hidrogeologia e outros temas pertinentes.

Os artigos aceitos e finalizados são publicados de forma contínua  organizados sob a numeração de um Volume anual subdividido em vários Números com até 10 artigos cada um.
 
A Revista Águas Subterrâneas é um periódico com classificação QUALIS Nacional e Internacional.
 
A Revista Águas Subterrâneas não cobra dos autores quaisquer taxas para submissão ou publicação.

DISCLAIMER: Os Suplementos de Anais (congressos e encontros técnicos) aqui presentes são publicados na Revista Águas Subterrâneas exclusivamente por um ato de gentileza dos editores. De forma semelhante, os Estudos de Caso e Notas Técnicas são publicados com a intenção de prover um espaço para divulgação de dados e estudos de interesse local, sem obrigação de ter uma contribuiçao científica. Seus artigos NÃO PODEM e NÃO DEVEM ser considerados como publicações deste periódico. NÃO foram submetidos a revisão pelos avaliadores da revista. NÃO são contemplados na avaliação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). O objetivo é tão somente o de ampliar a divulgação destes anais, estudos de caso e notas técnicas. Além disso, nestes documentos não é necessária e não será apresentada a numeração sequencial de páginas, como é feito para os artigos científicos. Os anais de eventos devem ser citados como tal, sem referência a este periódico. A Revista Águas Subterrâneas não se responsabiliza pelo conteúdo publicado nessas seções. 

Todos aqueles que se cadastram na Revista Águas Subterrâneas tornam-se filiados da ABAS gratuitamente, podendo usufruir de descontos em eventos e material técnico. Por extensão, tornam-se também associados do Capítulo Brasileiro da Associação Internacional de Hidrogeólogos*, podendo também usufruir de descontos em eventos internacionais da IAH e outras ofertas. O acesso à revista é livre e independente do cadastramento

*Clique aqui para saber maiores detalhes e limitações dos filiados.

Métricas

       

A Revista Águas Subterrâneas é filiada às seguintes Bases de Dados/Portais: 




 
Licença Creative Commons

Revista Águas Subterrâneas está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.