ANÁLISE DAS RELAÇÕES ENTRE PARÂMETROS GEOFÍSICOS E VAZÕES PARA O AQUÍFERO LIVRE DE CAÇAPAVA DO SUL (RS)

Cesar Augusto Moreira, Mara Lia Dias Cavalheiro, Alice Marques Pereira, Diego Souza Sardinha

Resumo


A crescente exploração de águas subterrâneas para abastecimento público diante da degradação dos recursos hídricos superficiais faz desta alternativa algo importante nos dias atuais e fundamental para gerações futuras. Freqüentemente situado em contextos geológicos rasos, os aqüíferos livre são extremamente vulneráveis ao impacto causado por acidentes ou negligências no transporte, armazenamento ou manipulação de uma diversidade de produtos químicos potencialmente contaminadores. Os métodos geofísicos elétricos são particularmente interessantes em estudos de vulnerabilidade de aqüíferos, diante da sensibilidade do parâmetro resistividade elétrica a diversos graus de saturação dos materiais geológicos ou pela presença de compostos químicos orgânicos ou inorgânicos. Este trabalho apresentada medidas de resistividade e cargabilidade, além de medidas diretas de vazão em poços rasos, para determinação de relações estatísticas entre parâmetros e avaliação dos condicionantes geológicos envolvidos. O estudo contou com 23 poços rasos locados num aqüífero livre constituído por manto de alteração de granitos localizados no município de Caçapava do Sul (RS). Os dados geofísicos foram adquiridos por meio da técnica de sondagem elétrica vertical em arranjo Schlumberger. Os resultados indicam relações entre propriedades físicas e hidrogeológicas, com variações condicionadas a fatores como porosidade, permeabilidade, além de heterogeneidades geológicas intrínsecas como espessura variável do solo e fragmentos de rocha com diversos graus de alteração.


Palavras-chave


geofísica; aqüífero; estatística; eletrorresistividade; polarização induzida

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14295/ras.v27i3.27415

_____________________________________________________________________

A revista Águas Subterrâneas é uma publicação da Associação Brasileira de Águas Subterrâneas - ABAS - para divulgação de artigos científicos (originais e inéditos) sobre Hidrogeologia e outros temas pertinentes. Os artigos aceitos e finalizados são publicados em forma contínua e organizados sob a numeração de um Volume anual subdividido em vários Números com até 10 artigos cada um. 

A Revista Águas Subterrâneas é um periódico com classificação QUALIS Nacional e Internacional.

A Revista Águas Subterrâneas não cobra dos autores quaisquer taxas para submissão ou publicação. 


DISCLAIMER: Os Suplementos de Anais (congressos e encontros técnicos) aqui presentes são publicados na Revista Águas Subterrâneas exclusivamente por um ato de gentileza dos editores. De forma semelhante, os Estudos de Caso e Notas Técnicas são publicados com a intenção de prover um espaço para divulgação de dados e estudos de interesse local, sem obrigação de ter uma contribuiçao científica. Seus artigos NÃO PODEM e NÃO DEVEM ser considerados como publicações deste periódico. NÃO foram submetidos a revisão pelos avaliadores da revista. NÃO são contemplados na avaliação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). O objetivo é tão somente o de ampliar a divulgação destes anais, estudos de caso e notas técnicas. Além disso, nestes documentos não é necessária e não será apresentada a numeração sequencial de páginas, como é feito para os artigos científicos. Os anais de eventos devem ser citados como tal, sem referência a este periódico. A Revista Águas Subterrâneas não se responsabiliza pelo conteúdo publicado nessas seções. 

  

É de LIVRE acesso a todos os interessados, gratuitamente.
 

ÁGUAS SUBTERRÂNEAS, São Paulo, Brasil
eISSN 2179-9784 (eletrônico)
ISSN 0101-7004 (impresso)

Filiada:
 

Licença Creative Commons
Revista Águas Subterrâneas está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.


Todos aqueles que se cadastram na Revista Águas Subterrâneas tornam-se filiados da ABAS gratuitamente, podendo usufruir de descontos em eventos e material técnico. Por extensão, tornam-se também associados do Capítulo Brasileiro da Associação Internacional de Hidrogeólogos*, podendo também usufruir de descontos em eventos internacionais da IAH e outras ofertas. O acesso à revista é livre e independente do cadastramento

*Clique aqui para saber maiores detalhes e limitações dos filiados.