EXPLOTACION SOSTENIBLE DE AGUA SUBTERRÁNEA EN LA PLATA – ARGENTINA

Miguel Auge

Resumo


La investigación hidrogeológica en un ámbito llano de 105.000 hectáreas, en
el que la ciudad de La Plata se ubica aproximadamente en el centro, permitió identificar
una región emplazada a unos 15 km del ejido urbano, que presenta condiciones
favorables para la extracción de agua subterránea apta. En dicha región se propone la
construcción de 30 pozos con los que se podría obtener 23,7 hm3/año (64.800 m3/día),
caudal suficiente para abastecer con agua potable a 200.000 habitantes que hoy carecen
de ella. El sitio elegido está protegido de la contaminación rural pues en el mismo se
practica agricultura extensiva y ganadería, actividades que prácticamente no emplean
agroquímicos. La distancia a la ciudad lo protege también de la contaminación urbana,
que ha generado un grave deterioro en el agua subterránea que se usa para el
abastecimiento de La Plata, por el elevado tenor en NO3-. Para verificar las condiciones
de un aprovechamiento sustentable respecto a la explotación, se elaboró un modelo para
un regimen de flujo variable, que predice la estabilidad piezométrica del Acuífero Puelche
al cabo de 60 días de bombeo continuado. El equilibrio hidráulico deriva del aporte por
flujo vertical descendente desde un acuífero sobrepuesto (Pampeano), cuya recarga se
produce por infiltración de la lluvia. En dicho lapso el cono de depresión generado por el
bombeo de los 30 pozos ocuparía unas 29.000 ha y en dicha superficie la recarga
ascendería a 77,5 hm3/a, frente a 38,7 hm3/a correspondiente a la extracción. Bajo
dichas condiciones la recarga permitiría una rápida estabilidad piezométrica como
consecuencia de la relación entre las entradas y las salidas de agua al y del sistema
subterráneo, asegurando un aprovechamiento sustentable del recurso.

Palavras-chave


agua subterránea, aprovechamiento sustentable, La Plata, Argentina

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


 
A RAS teve que passar por uma
reestruturação do seu banco de dados,
caso seu LOGIN e SENHA NÃO MAIS FUNCIONEM,
por favor, CADASTRE-SE NOVAMENTE.
Desculpe pelo transtorno.
_____________________________________________________________________

ÁGUAS SUBTERRÂNEAS, São Paulo, Brasil
e-ISSN 2179-9784 (eletrônico)

É de LIVRE acesso a todos os interessados, gratuitamente.

 

A revista Águas Subterrâneas é uma publicação da Associação Brasileira de Águas Subterrâneas - ABAS - para divulgação de artigos científicos (originais e inéditos) sobre Hidrogeologia e outros temas pertinentes.

Os artigos aceitos e finalizados são publicados de forma contínua  organizados sob a numeração de um Volume anual subdividido em vários Números com até 10 artigos cada um.
 
A Revista Águas Subterrâneas é um periódico com classificação QUALIS Nacional e Internacional.
 
A Revista Águas Subterrâneas não cobra dos autores quaisquer taxas para submissão ou publicação.

DISCLAIMER: Os Suplementos de Anais (congressos e encontros técnicos) aqui presentes são publicados na Revista Águas Subterrâneas exclusivamente por um ato de gentileza dos editores. De forma semelhante, os Estudos de Caso e Notas Técnicas são publicados com a intenção de prover um espaço para divulgação de dados e estudos de interesse local, sem obrigação de ter uma contribuiçao científica. Seus artigos NÃO PODEM e NÃO DEVEM ser considerados como publicações deste periódico. NÃO foram submetidos a revisão pelos avaliadores da revista. NÃO são contemplados na avaliação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). O objetivo é tão somente o de ampliar a divulgação destes anais, estudos de caso e notas técnicas. Além disso, nestes documentos não é necessária e não será apresentada a numeração sequencial de páginas, como é feito para os artigos científicos. Os anais de eventos devem ser citados como tal, sem referência a este periódico. A Revista Águas Subterrâneas não se responsabiliza pelo conteúdo publicado nessas seções. 

Todos aqueles que se cadastram na Revista Águas Subterrâneas tornam-se filiados da ABAS gratuitamente, podendo usufruir de descontos em eventos e material técnico. Por extensão, tornam-se também associados do Capítulo Brasileiro da Associação Internacional de Hidrogeólogos*, podendo também usufruir de descontos em eventos internacionais da IAH e outras ofertas. O acesso à revista é livre e independente do cadastramento

*Clique aqui para saber maiores detalhes e limitações dos filiados.

Métricas

       

A Revista Águas Subterrâneas é filiada às seguintes Bases de Dados/Portais: 




 
Licença Creative Commons

Revista Águas Subterrâneas está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.