POTENCIALIDADE DA CONTAMINAÇÃO POR METAIS PESADOS PROCEDENTE DA INDUSTRIA GALVÂNICA NO MUNICÍPIO DE JUAZEIRO DO NORTE/CE

Celme Torres Costa, Expedito Flávio dos Santos, Paulo Roberto Lacerda Tavares

Resumo


A industria galvânica gera um efluente contaminado que pode causar danos ao meio
ambiente quando descartado de forma inadequada. Na verdade, a água residual deve ser tratada, de
forma a adquirir um perfil físico-químico estabelecido por órgãos ambientai que dispõe sobre
padrões e condições para lançamento de efluentes líquidos gerados por fontes poluidoras. A grande
preocupação com relação a efluentes contaminados com metais pesados advém do fato que os
mesmos representam um perigo para a vida animal. A região do Cariri, no sul do Ceará, possui um
pólo industrial localizado no Triângulo Crajubar, o qual engloba as cidades de Crato, Juazeiro do
Norte e Barbalha, e, conseqüentemente, sofre com a degradação ambiental gerada por este setor.
Este estudo mostra o potencial de contaminação por metais pesados e cianeto proveniente da
industria de jóias folheadas no município de Juazeiro do Norte. Os resultados mostram que existe
uma grande quantidade de metais pesados na água residual gerada pela indústria de galvanoplastia
de Juazeiro do Norte, principalmente os metais Cobre e Zinco e menores quantidades observadas
para níquel e cádmio em função da formulação de cada solução eletrolítica que compõe o conjunto
de banhos do processo de galvanoplastia.

Palavras-chave


Galvanoplastia, contaminação, metais pesados.

Texto completo:

Sem título

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


 
A RAS teve que passar por uma
reestruturação do seu banco de dados,
caso seu LOGIN e SENHA NÃO MAIS FUNCIONEM,
por favor, CADASTRE-SE NOVAMENTE.
Desculpe pelo transtorno.
_____________________________________________________________________

ÁGUAS SUBTERRÂNEAS, São Paulo, Brasil
e-ISSN 2179-9784 (eletrônico)

É de LIVRE acesso a todos os interessados, gratuitamente.

 

A revista Águas Subterrâneas é uma publicação da Associação Brasileira de Águas Subterrâneas - ABAS - para divulgação de artigos científicos (originais e inéditos) sobre Hidrogeologia e outros temas pertinentes.

Os artigos aceitos e finalizados são publicados de forma contínua  organizados sob a numeração de um Volume anual subdividido em vários Números com até 10 artigos cada um.
 
A Revista Águas Subterrâneas é um periódico com classificação QUALIS Nacional e Internacional.
 
A Revista Águas Subterrâneas não cobra dos autores quaisquer taxas para submissão ou publicação.

DISCLAIMER: Os Suplementos de Anais (congressos e encontros técnicos) aqui presentes são publicados na Revista Águas Subterrâneas exclusivamente por um ato de gentileza dos editores. De forma semelhante, os Estudos de Caso e Notas Técnicas são publicados com a intenção de prover um espaço para divulgação de dados e estudos de interesse local, sem obrigação de ter uma contribuiçao científica. Seus artigos NÃO PODEM e NÃO DEVEM ser considerados como publicações deste periódico. NÃO foram submetidos a revisão pelos avaliadores da revista. NÃO são contemplados na avaliação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). O objetivo é tão somente o de ampliar a divulgação destes anais, estudos de caso e notas técnicas. Além disso, nestes documentos não é necessária e não será apresentada a numeração sequencial de páginas, como é feito para os artigos científicos. Os anais de eventos devem ser citados como tal, sem referência a este periódico. A Revista Águas Subterrâneas não se responsabiliza pelo conteúdo publicado nessas seções. 

Todos aqueles que se cadastram na Revista Águas Subterrâneas tornam-se filiados da ABAS gratuitamente, podendo usufruir de descontos em eventos e material técnico. Por extensão, tornam-se também associados do Capítulo Brasileiro da Associação Internacional de Hidrogeólogos*, podendo também usufruir de descontos em eventos internacionais da IAH e outras ofertas. O acesso à revista é livre e independente do cadastramento

*Clique aqui para saber maiores detalhes e limitações dos filiados.

Métricas

       

A Revista Águas Subterrâneas é filiada às seguintes Bases de Dados/Portais: 




 
Licença Creative Commons

Revista Águas Subterrâneas está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.