SALINIZACION EN EL EJIDO URBANO DE LA CIUDAD DE COMODORO RIVADAVIA, CHUBUT. ARGENTINA. EVALUACION Y PROPUESTA DE SANEAMIENTO

Mario Grizinik, Néstor Hirtz

Resumo


La ciudad de Comodoro Rivadavia, ubicada en la región patagónica central posee amplios sectores afectados por procesos de salinización, relacionados a suelos salinos mayormente arcillosos y a la circulación de aguas subterráneas de elevada salinidad, provocando serios perjuicios a las construcciones edilicias del lugar. En el presente trabajo se caracterizan las condiciones imperantes, con énfasis en los aspectos hidrogeológicos de la zona, mediante el diagnóstico de la situación y la propuesta de obras de drenaje para el saneamiento del terreno, destacando el funcionamiento de las primeras etapas de los drenes construídos. Las aguas subterráneas circulantes, con salinidades comprendidas entre 3.200 y 118.000 mg/l, conforman la zona de descarga del sistema acuífero, teniendo una urbanización sobreimpuesta que en el término de diez años aceleró el proceso de
salinización, llegando a formar verdaderas salmueras asociadas a las obras de infraestructura. De 4500 metros de drenes previstos, se han ejecutado al presente un total de 2.400
metros en dos sistemas independientes, con un caudal de extracción de 350.000 l/día y depresiones del nivel saturado que en algunos casos alcanza 1,20 metros.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


 
A RAS teve que passar por uma
reestruturação do seu banco de dados,
caso seu LOGIN e SENHA NÃO MAIS FUNCIONEM,
por favor, CADASTRE-SE NOVAMENTE.
Desculpe pelo transtorno.
_____________________________________________________________________

ÁGUAS SUBTERRÂNEAS, São Paulo, Brasil
e-ISSN 2179-9784 (eletrônico)

É de LIVRE acesso a todos os interessados, gratuitamente.

 

A revista Águas Subterrâneas é uma publicação da Associação Brasileira de Águas Subterrâneas - ABAS - para divulgação de artigos científicos (originais e inéditos) sobre Hidrogeologia e outros temas pertinentes.

Os artigos aceitos e finalizados são publicados de forma contínua  organizados sob a numeração de um Volume anual subdividido em vários Números com até 10 artigos cada um.
 
A Revista Águas Subterrâneas é um periódico com classificação QUALIS Nacional e Internacional.
 
A Revista Águas Subterrâneas não cobra dos autores quaisquer taxas para submissão ou publicação.

DISCLAIMER: Os Suplementos de Anais (congressos e encontros técnicos) aqui presentes são publicados na Revista Águas Subterrâneas exclusivamente por um ato de gentileza dos editores. De forma semelhante, os Estudos de Caso e Notas Técnicas são publicados com a intenção de prover um espaço para divulgação de dados e estudos de interesse local, sem obrigação de ter uma contribuiçao científica. Seus artigos NÃO PODEM e NÃO DEVEM ser considerados como publicações deste periódico. NÃO foram submetidos a revisão pelos avaliadores da revista. NÃO são contemplados na avaliação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). O objetivo é tão somente o de ampliar a divulgação destes anais, estudos de caso e notas técnicas. Além disso, nestes documentos não é necessária e não será apresentada a numeração sequencial de páginas, como é feito para os artigos científicos. Os anais de eventos devem ser citados como tal, sem referência a este periódico. A Revista Águas Subterrâneas não se responsabiliza pelo conteúdo publicado nessas seções. 

Todos aqueles que se cadastram na Revista Águas Subterrâneas tornam-se filiados da ABAS gratuitamente, podendo usufruir de descontos em eventos e material técnico. Por extensão, tornam-se também associados do Capítulo Brasileiro da Associação Internacional de Hidrogeólogos*, podendo também usufruir de descontos em eventos internacionais da IAH e outras ofertas. O acesso à revista é livre e independente do cadastramento

*Clique aqui para saber maiores detalhes e limitações dos filiados.

Métricas

       

A Revista Águas Subterrâneas é filiada às seguintes Bases de Dados/Portais: 




 
Licença Creative Commons

Revista Águas Subterrâneas está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.