PROSPECCIÓN GEOELÉCTRICA DEL ACUÍFERO BOTUCATU: CRITERIOS PARA LA INTERPRETACIÓN DE SEV.

Jerónimo E. Ainchil E. Ainchil, E. Marcelo Giusso

Resumo


El Acuífero Gigante del Mercosur (Araújo, L.M. et al, 1995) o Acuífero Guaraní (Rocha, G.A., 1996) es uno de los mayores del mundo y cubre un área de 1.194.000 km2, que incluye toda la cuenca del Paraná y parte de la cuenca Chaco - Paraná . Con este nombre se indica al Sistema Hidroestratigráfico Mesozoico que incluye al Acuífero Triásico (Formaciones Piramboia / Rosario do Sul en Brasil y Formación Buena Vista en Uruguay) y al Acuífero Jurásico (Formación Botucatú en Brasil, Formación Misiones en Paraguay y Argentina y Formación Tacuarembó en Uruguay). El área de presencia del acuífero se encuentra bastante definido, pero las variaciones de la profundidad, de la columna litológica encima del mismo y de los espesores del basalto que lo confina, hacen que la geoeléctrica sea una herramienta potente para estimar parámetros que condicionan las inversiones a realizar para explotarlo. El presente trabajo pretende colaborar en la definición de criterios de interpretación de sondeos eléctricos verticales en la prospección del acuífero profundo descripto arriba. A partir de la medición de sondeos largos en distintas locaciones, del procesamiento de los datos obtenidos y de correlacionarlos con información de perforaciones profundas se logra dar comienzo a la definición de esos criterios.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


 
_____________________________________________________________________

ÁGUAS SUBTERRÂNEAS, São Paulo, Brasil
e-ISSN 2179-9784 (eletrônico)

É de LIVRE acesso a todos os interessados, gratuitamente.

 

A revista Águas Subterrâneas é uma publicação da Associação Brasileira de Águas Subterrâneas - ABAS - para divulgação de artigos científicos (originais e inéditos) sobre Hidrogeologia e outros temas pertinentes.

Os artigos aceitos e finalizados são publicados de forma contínua  organizados sob a numeração de um Volume anual subdividido em vários Números com até 10 artigos cada um.
 
A Revista Águas Subterrâneas é um periódico com classificação QUALIS Nacional e Internacional.
 
A Revista Águas Subterrâneas não cobra dos autores quaisquer taxas para submissão ou publicação.

DISCLAIMER: Os Suplementos de Anais (congressos e encontros técnicos) aqui presentes são publicados na Revista Águas Subterrâneas exclusivamente por um ato de gentileza dos editores. De forma semelhante, os Estudos de Caso e Notas Técnicas são publicados com a intenção de prover um espaço para divulgação de dados e estudos de interesse local, sem obrigação de ter uma contribuiçao científica. Seus artigos NÃO PODEM e NÃO DEVEM ser considerados como publicações deste periódico. NÃO foram submetidos a revisão pelos avaliadores da revista. NÃO são contemplados na avaliação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). O objetivo é tão somente o de ampliar a divulgação destes anais, estudos de caso e notas técnicas. Além disso, nestes documentos não é necessária e não será apresentada a numeração sequencial de páginas, como é feito para os artigos científicos. Os anais de eventos devem ser citados como tal, sem referência a este periódico. A Revista Águas Subterrâneas não se responsabiliza pelo conteúdo publicado nessas seções. 

Todos aqueles que se cadastram na Revista Águas Subterrâneas tornam-se filiados da ABAS gratuitamente, podendo usufruir de descontos em eventos e material técnico. Por extensão, tornam-se também associados do Capítulo Brasileiro da Associação Internacional de Hidrogeólogos*, podendo também usufruir de descontos em eventos internacionais da IAH e outras ofertas. O acesso à revista é livre e independente do cadastramento

*Clique aqui para saber maiores detalhes e limitações dos filiados.

Métricas

       

A Revista Águas Subterrâneas é filiada às seguintes Bases de Dados/Portais: 




 
Licença Creative Commons

Revista Águas Subterrâneas está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.