ESTIMATIVA DA DIMINUIÇÃO DA ÁREA DE RECARGA DE UM AQUIFERO, COM O USO DE GEOTECNOLOGIAS: O CASO DA CIDADE DE RIO CLARO - SP

Lucimari Aparecida Franco Garcia Rossett, Jefferson Nascimento de Oliveira, Sergio dos Anjos Ferreira Pinto, Thiago Garcia da Silva Santim, Rodrigo Braga Moruzzi

Resumo


Com o crescimento da área urbana da cidade de Rio Claro, região central do Estado de São Paulo, tornou-se imperativo o uso de um ferramental de maior precisão para o controle e análise dos pedidos de outorga para o uso da água subterrânea. Este trabalho quantificou a alteração da taxa de recarga de uma sub-bacia urbana do município de Rio Claro. Essa quantificação, foi obtida utilizando-se planilhas de cadastro do uso e ocupação do solo, cartas temáticas do tipo de solo e geologia da área. As etapas do trabalho foram: obtenção de dados de uso e ocupação do solo, análise das informações
sobre a recarga e tipo de solo da área de estudo. O tratamento das informações com o SIG, proporcionou o desenvolvimento de uma ferramenta que possibilitará aos órgãos gestores, dos recursos hídricos, um caminho para tomadas de decisão quanto à urbanização futura do município.

Palavras-chave


SIG, recarga subterrânea, urbanização, Rio Claro

Texto completo:

PDF


_____________________________________________________________________

A revista Águas Subterrâneas é uma publicação da Associação Brasileira de Águas Subterrâneas - ABAS - para divulgação de artigos científicos (originais e inéditos) sobre Hidrogeologia e outros temas pertinentes. Os artigos aceitos e finalizados são publicados em forma contínua e organizados sob a numeração de um Volume anual subdividido em vários Números com até 10 artigos cada um. 

A Revista Águas Subterrâneas é um periódico com classificação QUALIS Nacional e Internacional.

A Revista Águas Subterrâneas não cobra dos autores quaisquer taxas para submissão ou publicação. 


DISCLAIMER: Os suplementos de anais (congressos e encontros técnicos) aqui presentes são publicados na Revista Águas Subterrâneas exclusivamente por um ato de gentileza dos editores. Seus artigos NÃO PODEM e NÃO DEVEM ser considerados como publicações deste periódico. NÃO foram submetidos a revisão pelos avaliadores da revista. NÃO são contemplados na avaliação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). O objetivo é tão somente o de ampliar a divulgação destes anais. Além disso, por serem anais de eventos, não é necessária e não será apresentada a numeração de páginas. Devem ser citados como anais de eventos somente, sem referência a este periódico.

 

 
É de LIVRE acesso a todos os interessados, gratuitamente.
 
ÁGUAS SUBTERRÂNEAS, São Paulo, Brasil
eISSN 2179-9784 (eletrônico)
ISSN 0101-7004 (impresso)

Filiada:
 

Licença Creative Commons
Revista Águas Subterrâneas está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.


Todos aqueles que se cadastram na Revista Águas Subterrâneas tornam-se filiados da ABAS gratuitamente, podendo usufruir de descontos em eventos e material técnico. Por extensão, tornam-se também associados do Capítulo Brasileiro da Associação Internacional de Hidrogeólogos*, podendo também usufruir de descontos em eventos internacionais da IAH e outras ofertas. O acesso à revista é livre e independente do cadastramento

*Clique aqui para saber maiores detalhes e limitações dos filiados.