VARIABILIDADE ESPACIAL NO SISTEMA AQÜÍFERO GUARANI: CONTROLES ESTRUTURAIS E ESTRATIGRÁFICOS

Ana Paula Soares, Paulo Cesar Soares, Daniel Fabian Bettú, Michael Holtz

Resumo


O Sistema Aqüífero Guarani abrange seis estados brasileiros além de porções menores do Paraguai,do Uruguai e da Argentina. Consiste em sedimentos siliciclásticos mesozóicos predominantemente eólicos e fluviais dasformações no Brasil denominadas Pirambóia e Botucatu, na bacia do Paraná. Quanto à compartimentação estratigráfica, osistema conta com três unidades de fluxo regionais principais identificadas e denominadas conforme as fácies genéticas:duna, interduna e canal. A compartimentação estrutural do aqüífero foi definida a partir da integração de mapasmorfoestruturais previamente publicados, traçados por interpretação de imagens de radar, satelitárias, modelos digitais deelevação e mapas regionais aeromagnetométricos e gravimétricos. O objetivo deste trabalho foi verificar a influência dascompartimentações estrutural e estratigráfica na hidrodinâmica e hidroquímica regional do aqüífero. Para as unidades defluxo foi possível inferir a condutividade hidráulica média do sistema com base na seleção granulométrica, tamanhomédio dos grãos e argilosidade dos sedimentos. Os dados de topo e base das unidades hidroestratigráficas foraminterpolados utilizando alinhamentos estruturais como linhas de quebra. A partir da definição das unidades de fluxo e dacompartimentação estrutural do sistema e conhecendo suas variações espaciais, foi possível identificar e calcular seufluxo potencial dinâmico, o que permitiu constatar a forte influência estrutural na sua hidrodinâmica e hidroquímica.Como resultado, tem-se os mapas de fluxo potencial e de direção de fluxo, que contribuem para o mapeamento das áreaspreferenciais de recarga e descarga por mostrarem o zoneamento dos valores de condutividade hidráulica e os controlesdas entradas e saídas do sistema.

Palavras-chave


Unidades de Fluxo; Compartimentação estrutural e estratigráfica; Fluxo Potencial; Bacia do Paraná; Aqüífero Guarani; flow units; structural and stratigraphic compartmentation; potential flow; Parana Basin; Guarani Aquifer

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14295/ras.v21i1.16167

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


_____________________________________________________________________

ÁGUAS SUBTERRÂNEAS, São Paulo, Brasil
e-ISSN 2179-9784 (eletrônico)

É de LIVRE acesso a todos os interessados, gratuitamente.

 

A revista Águas Subterrâneas é uma publicação da Associação Brasileira de Águas Subterrâneas - ABAS - para divulgação de artigos científicos (originais e inéditos) sobre Hidrogeologia e outros temas pertinentes.

Os artigos aceitos e finalizados são publicados de forma contínua  organizados sob a numeração de um Volume anual subdividido em vários Números com até 10 artigos cada um.
 
A Revista Águas Subterrâneas é um periódico com classificação QUALIS Nacional e Internacional.
 
A Revista Águas Subterrâneas não cobra dos autores quaisquer taxas para submissão ou publicação.

DISCLAIMER: Os Suplementos de Anais (congressos e encontros técnicos) aqui presentes são publicados na Revista Águas Subterrâneas exclusivamente por um ato de gentileza dos editores. De forma semelhante, os Estudos de Caso e Notas Técnicas são publicados com a intenção de prover um espaço para divulgação de dados e estudos de interesse local, sem obrigação de ter uma contribuiçao científica. Seus artigos NÃO PODEM e NÃO DEVEM ser considerados como publicações deste periódico. NÃO foram submetidos a revisão pelos avaliadores da revista. NÃO são contemplados na avaliação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). O objetivo é tão somente o de ampliar a divulgação destes anais, estudos de caso e notas técnicas. Além disso, nestes documentos não é necessária e não será apresentada a numeração sequencial de páginas, como é feito para os artigos científicos. Os anais de eventos devem ser citados como tal, sem referência a este periódico. A Revista Águas Subterrâneas não se responsabiliza pelo conteúdo publicado nessas seções. 

Todos aqueles que se cadastram na Revista Águas Subterrâneas tornam-se filiados da ABAS gratuitamente, podendo usufruir de descontos em eventos e material técnico. Por extensão, tornam-se também associados do Capítulo Brasileiro da Associação Internacional de Hidrogeólogos*, podendo também usufruir de descontos em eventos internacionais da IAH e outras ofertas. O acesso à revista é livre e independente do cadastramento

*Clique aqui para saber maiores detalhes e limitações dos filiados.

Métricas

       

A Revista Águas Subterrâneas é filiada às seguintes Bases de Dados/Portais: 




 
Licença Creative Commons

Revista Águas Subterrâneas está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.