A POTENCIOMETRIA DO AQÜÍFERO BARREIRAS NO SETOR ORIENTAL DA BACIA DO RIO PIRANGI-RN E CONSIDERAÇÕES SOBRE A RELAÇÃO COM MANANCIAIS SUPERFICIAIS

Leandson F. de Lucena, Ernani Francisco da Rosa Filho, André Virmond Lima Bittencourt

Resumo


RESUMO
O Aqüífero Barreiras representa a principal fonte de abastecimento dágua de diversas
cidades do litoral leste do Estado do Rio Grande do Norte, incluindo a capital Natal. A bacia do Rio Pirangi também contribui para o abastecimento de alguns municípios sob os seus domínios, inclusive a zona sul de Natal. Entretanto, observa-se uma carência de estudos hidrológicos subterrâneos e superficiais que contemplem a bacia do Rio Pirangi, ao contrário do que ocorre com a área adjacente sul desta, o sistema lacustre do Bonfim, e norte, a região metropolitana de Natal. O presente artigo expõe os resultados obtidos com a elaboração do mapa potenciométrico do Aqüífero Barreiras no setor oriental da bacia do Rio Pirangi. Este levantamento evidenciou a presença de uma zona de recarga principal na região da sede municipal de Parnamirim, além de outra ao sul, adjacente ao limite da referida bacia. Esta segunda zona de recarga caracterizou uma importante conexão hidráulica entre o sistema lacustre do Bonfim e a bacia do Pirangi. A descarga do aqüífero verifica-se no baixo curso do Riacho Ponte Velha (Rio Pitimbú), incluindo a Lagoa do Jiqui, Riacho Taborda, além do Rio Pirangi. A potenciometria mostra igualmente uma ampla relação entre os mananciais subterrâneos e superficiais, sendo o aqüífero nitidamente de regime influente nos canais fluviais e espelhos dágua, com destaque para a Lagoa do Pium.
ABSTRACT
The Barreiras Aquifer is the main water supplier to several cities in the Rio Grande do Norte State, NE Brazil, including its capital, Natal. The Pirangi River Basin also contributes to the water supply for the southern region of Natal and several peripherical cities. However, there is a lack of underground and surface hydrological studies in the Pirangi River Basin. The opposite occurs with other area like: the Bonfim lacustrine system, the northern region of Natal and its main urban area. The present paper shows results obtained with the elaboration of the piezometric map of the eastern sector of the Pirangi River Basin. This map highlightened the presence of two main recharge zones: one near to the town of Parnamirim and another one next to the limits of the basin itself. This second recharge zone is an important hydraulic connection beween the Bonfim lacustrine system and the Pirangi River Basin. The Aquifer discharge is found to be downstream the Ponte Velha Brook (Pitimbu River) and also includes the Jiqui Lagoon, Taborda Brook and Pirangi River itself. The piezometric map also shows the relationship between the surface and underground water systems. In this case, the underground aquifer clearly influences the river channels and water bodies in the region, like the Pium Lagoon.

Palavras-chave


Aqüífero Barreiras, bacia do Rio Pirangi, mapa potenciométrico.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14295/ras.v18i1.1345

_____________________________________________________________________

A revista Águas Subterrâneas é uma publicação da Associação Brasileira de Águas Subterrâneas - ABAS - para divulgação de artigos científicos (originais e inéditos) sobre Hidrogeologia e outros temas pertinentes. Os artigos aceitos e finalizados são publicados em forma contínua e organizados sob a numeração de um Volume anual subdividido em vários Números com até 10 artigos cada um. 

A Revista Águas Subterrâneas é um periódico com classificação QUALIS Nacional e Internacional.

A Revista Águas Subterrâneas não cobra dos autores quaisquer taxas para submissão ou publicação. 


DISCLAIMER: Os Suplementos de Anais (congressos e encontros técnicos) aqui presentes são publicados na Revista Águas Subterrâneas exclusivamente por um ato de gentileza dos editores. De forma semelhante, os Estudos de Caso e Notas Técnicas são publicados com a intenção de prover um espaço para divulgação de dados e estudos de interesse local, sem obrigação de ter uma contribuiçao científica. Seus artigos NÃO PODEM e NÃO DEVEM ser considerados como publicações deste periódico. NÃO foram submetidos a revisão pelos avaliadores da revista. NÃO são contemplados na avaliação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). O objetivo é tão somente o de ampliar a divulgação destes anais, estudos de caso e notas técnicas. Além disso, nestes documentos não é necessária e não será apresentada a numeração sequencial de páginas, como é feito para os artigos científicos. Os anais de eventos devem ser citados como tal, sem referência a este periódico. A Revista Águas Subterrâneas não se responsabiliza pelo conteúdo publicado nessas seções. 

  

É de LIVRE acesso a todos os interessados, gratuitamente.
 

ÁGUAS SUBTERRÂNEAS, São Paulo, Brasil
eISSN 2179-9784 (eletrônico)
ISSN 0101-7004 (impresso)

Filiada:
 

Licença Creative Commons
Revista Águas Subterrâneas está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.


Todos aqueles que se cadastram na Revista Águas Subterrâneas tornam-se filiados da ABAS gratuitamente, podendo usufruir de descontos em eventos e material técnico. Por extensão, tornam-se também associados do Capítulo Brasileiro da Associação Internacional de Hidrogeólogos*, podendo também usufruir de descontos em eventos internacionais da IAH e outras ofertas. O acesso à revista é livre e independente do cadastramento

*Clique aqui para saber maiores detalhes e limitações dos filiados.