Análise dos fluxos nos aquíferos cárstico-fissurais da região da APA Carste de Lagoa Santa, MG

Carolina Gomes Ribeiro, Leila Nunes Menegasse Velásquez, Rodrigo Sérgio de Paula, Cecília Gouvêa Meireles, Nilo Henrique Balzani Lopes, Rolando Esteban Clavijo Arcos, Diógenes Guilherme Pampolini Amaral

Resumo


A área de estudos, que engloba a Área de Proteção Ambiental (APA) Carste de Lagoa Santa, se estende por 504 km2. Nesta região, ocorrem os metacalcários da Formação Sete Lagoas, composta pelos membros Pedro Leopoldo e Lagoa Santa, os quais acomodam os aquíferos cárstico-fissurais. O método de estudo envolveu o levantamento de estruturas rúpteis e de dissolução cárstica em uma malha de 9.000 m2, escala 1:300.000, com a finalidade de analisá-las e associá-las com as direções de cavernas e com direções de fluxos da água subterrânea comprovadas por testes de traçadores corantes (E-W, NE e SE), de sentido oriental. Por toda a área, a preponderância sistemática de cavernas e paleocondutos reliquiares na direção N70-90W, com caimento suave para leste, indica que esses paleocondutos resultam da dissolução ao longo da interseção das fraturas E-W, de alto ângulo, com o plano de acamamento suave, de direção NNW. Fraturas de alto ângulo de direção NE e SE também são frequentes, contudo, são raras as exposições dos paleocondutos e cavernas correlatos. Em contrapartida, embora as cavernas N-S se destaquem como mais persistentes e alongadas, assim como as E-W, não se observaram fluxos de água naquela direção (N-S). Os resultados demonstram que os parâmetros estruturais primordiais, as fraturas de alto ângulo e o acamamento, condicionam os fluxos subsuperficiais em condutos de cavernas ainda ativos no sentido oriental. No entanto, não se descarta a possibilidade de ocorrerem circulações profundas em segmentos N-S não observáveis nas zonas superiores.

Palavras-chave


APA Carste de Lagoa Santa. Aquíferos cárstico-fissurais. Fraturas. Paleocondutos.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14295/ras.v33i1.29148

_____________________________________________________________________

A revista Águas Subterrâneas é uma publicação da Associação Brasileira de Águas Subterrâneas - ABAS - para divulgação de artigos científicos (originais e inéditos) sobre Hidrogeologia e outros temas pertinentes. Os artigos aceitos e finalizados são publicados em forma contínua e organizados sob a numeração de um Volume anual subdividido em vários Números com até 10 artigos cada um. 

A Revista Águas Subterrâneas é um periódico com classificação QUALIS Nacional e Internacional.

A Revista Águas Subterrâneas não cobra dos autores quaisquer taxas para submissão ou publicação. 


DISCLAIMER: Os Suplementos de Anais (congressos e encontros técnicos) aqui presentes são publicados na Revista Águas Subterrâneas exclusivamente por um ato de gentileza dos editores. De forma semelhante, os Estudos de Caso e Notas Técnicas são publicados com a intenção de prover um espaço para divulgação de dados e estudos de interesse local, sem obrigação de ter uma contribuiçao científica. Seus artigos NÃO PODEM e NÃO DEVEM ser considerados como publicações deste periódico. NÃO foram submetidos a revisão pelos avaliadores da revista. NÃO são contemplados na avaliação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). O objetivo é tão somente o de ampliar a divulgação destes anais, estudos de caso e notas técnicas. Além disso, nestes documentos não é necessária e não será apresentada a numeração sequencial de páginas, como é feito para os artigos científicos. Os anais de eventos devem ser citados como tal, sem referência a este periódico. A Revista Águas Subterrâneas não se responsabiliza pelo conteúdo publicado nessas seções. 

  

É de LIVRE acesso a todos os interessados, gratuitamente.
 

ÁGUAS SUBTERRÂNEAS, São Paulo, Brasil
eISSN 2179-9784 (eletrônico)
ISSN 0101-7004 (impresso)

Filiada:
 

Licença Creative Commons
Revista Águas Subterrâneas está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.


Todos aqueles que se cadastram na Revista Águas Subterrâneas tornam-se filiados da ABAS gratuitamente, podendo usufruir de descontos em eventos e material técnico. Por extensão, tornam-se também associados do Capítulo Brasileiro da Associação Internacional de Hidrogeólogos*, podendo também usufruir de descontos em eventos internacionais da IAH e outras ofertas. O acesso à revista é livre e independente do cadastramento

*Clique aqui para saber maiores detalhes e limitações dos filiados.